Restos mortais de Zé Cola repousam no Santa Ana

  • Fotógrafo do Jornal de Angola  José Cola vai a enterrar
Luanda - Os restos mortais do fotojornalista das Edições Novembro, José Cola, repousam no cemitério de Santa Ana, em Luanda.

A cerimónia fúnebre, antecedida de uma missa de corpo presente, no velório da Policia Nacional, foi testemunhada por familiares e distintas entidades do país.

Num momento de comoção e dor onde muitos foram os que apresentaram as suas vivências com o malogrado dentro e fora do país.

Na ocasião foram lidas mensagens das Edições Novembro, da Associação de Repórteres de Imagem (ARIA),  Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) Comissão de Carteira e Ética (CCE),  da Federação Angolana de Futebol (FAF) e dos Amigos do Sambizanga, que exprimiram sentimentos de pesar pela morte do profissional de imagem.

José Cola faleceu domingo último numa das unidades hospitalar da capital, vítima de doença.

José Cola nasceu a 5 de Setembro de 1971, no município de Kalandula, província de Malanje.

Entrou no quadro de pessoal das Edições Novembro, onde, entre as actividades, cobriu, o Campeonato do Mundo do Futebol Alemanha 2006 e o Campeonato Africano de Futebol ( CAN 2010), em 1997.

Membro fundador da Associação de Repórteres de Imagem (ARIA), onde foi  o primeiro presidente.

A cerimónia fúnebre, antecedida de uma missa de corpo presente, no velório da Policia Nacional, foi testemunhada por familiares e distintas entidades do país.

Num momento de comoção e dor onde muitos foram os que apresentaram as suas vivências com o malogrado dentro e fora do país.

Na ocasião foram lidas mensagens das Edições Novembro, da Associação de Repórteres de Imagem (ARIA),  Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) Comissão de Carteira e Ética (CCE),  da Federação Angolana de Futebol (FAF) e dos Amigos do Sambizanga, que exprimiram sentimentos de pesar pela morte do profissional de imagem.

José Cola faleceu domingo último numa das unidades hospitalar da capital, vítima de doença.

José Cola nasceu a 5 de Setembro de 1971, no município de Kalandula, província de Malanje.

Entrou no quadro de pessoal das Edições Novembro, onde, entre as actividades, cobriu, o Campeonato do Mundo do Futebol Alemanha 2006 e o Campeonato Africano de Futebol ( CAN 2010), em 1997.

Membro fundador da Associação de Repórteres de Imagem (ARIA), onde foi  o primeiro presidente.