Governador quer mais apoio da igreja na moralização da sociedade

Cuito - O governador do Bié, Pereira Alfredo, defendeu hoje, na cidade do Cuito, à necessidade da Igreja Assembleia de Deus Pentecostal em Angola ajudar o Governo da província na moralização da sociedade e na construção de unidades sanitárias em zonas mais longínquas da região.

Falando no âmbito do encontro de cortesia que manteve com o líder desta religião no país, Francisco Domingos Sebastião, o governante sublinhou que o Governo necessita do apoio da igreja neste domínio, visando a recuperação de valores positivos, bem como na melhoria da assistência médica e medicamentosa às populações.

Pediu ainda a denominação religiosa a sensibilizar os cristãos e não só a aderirem aos postos de registo eleitoral oficiosos que arranca na próxima semana, porquanto constitui um acto de cidadania e um dever cívico dos munícipes.

Pereira Alfredo exortou ainda à necessidade da igreja ajudar as entidades governamentais a promover campanhas que visem sensibilizar a população a prevenir-se da covid-19, bem como afluírem aos postos de vacinação e ao cumprimento das medidas de biossegurança.

Entretanto, o responsável máximo da Igreja Assembleia de Deus Pentecostal em Angola, Francisco Domingos Sebastião, avançou que a sua igreja começou a sensibilizar já desde Fevereiro do ano em curso as populações, com realce para os crentes, sobre os benefícios da vacina, sendo que, durante a próxima semana, mais de mil cidadãos estão já sensibilizados para tomarem a primeira dose em Luanda.

Francisco Domingos Sebastião asseverou que a igreja tem programas sociais, como construir escolas, luta contra o analfabetismo, lar de beneficência, que está a acudir os mais necessitados, assim como solicitou do Governo desta região a ceder espaços para permitir erguer infra-estruturas similares.

Falando no âmbito do encontro de cortesia que manteve com o líder desta religião no país, Francisco Domingos Sebastião, o governante sublinhou que o Governo necessita do apoio da igreja neste domínio, visando a recuperação de valores positivos, bem como na melhoria da assistência médica e medicamentosa às populações.

Pediu ainda a denominação religiosa a sensibilizar os cristãos e não só a aderirem aos postos de registo eleitoral oficiosos que arranca na próxima semana, porquanto constitui um acto de cidadania e um dever cívico dos munícipes.

Pereira Alfredo exortou ainda à necessidade da igreja ajudar as entidades governamentais a promover campanhas que visem sensibilizar a população a prevenir-se da covid-19, bem como afluírem aos postos de vacinação e ao cumprimento das medidas de biossegurança.

Entretanto, o responsável máximo da Igreja Assembleia de Deus Pentecostal em Angola, Francisco Domingos Sebastião, avançou que a sua igreja começou a sensibilizar já desde Fevereiro do ano em curso as populações, com realce para os crentes, sobre os benefícios da vacina, sendo que, durante a próxima semana, mais de mil cidadãos estão já sensibilizados para tomarem a primeira dose em Luanda.

Francisco Domingos Sebastião asseverou que a igreja tem programas sociais, como construir escolas, luta contra o analfabetismo, lar de beneficência, que está a acudir os mais necessitados, assim como solicitou do Governo desta região a ceder espaços para permitir erguer infra-estruturas similares.