Covid-19: Catoca vacina trabalhadores

  • Lunda Sul: Reclusos da cadeia ´Luzia` tomam primeira vacina ´Astrazeneca`, foto, cedida
  • Lunda Norte: Vista parcial da Mina diamantífera de Catoca
Saurimo - Cinco mil trabalhadores da Sociedade Mineira de Catoca, no município de Saurimo, Lunda Sul, começaram hoje, quinta-feira, a receber a primeira dose da vacina da farmacêutica Sputnik V.

A informação foi avançada à ANGOP pelo coordenador adjunto da comissão provincial de resposta rápida na Lunda Sul, Viegas de Almeida, sublinhando que dada a forma como a instituição trabalha e pelo facto da mesma ter registado números elevados de casos positivos da doença no princípio do ano, há toda necessidade de serem vacinados.

Quanto ao processo de vacinação contra a Covid-19 na Lunda sul, fez saber que até ao momento foram já vacinadas 25 mil pessoas, das quais mais de 13 mil fizeram as duas doses, 10 mil não concluíram e dois mil não compareceram ao posto, para fazerem  a vacina da segunda dose.

Conforme o coordenador adjunto, de momento não estão a vacinar no posto aguardam a chegada de doses.

Apelou a população elegível, no sentido acorrerem aos posto de vacinação para serem vacinados, porque só desta forma será possível evitar mortes e doentes graves de Covid-19.

Quanto as mulheres em idade fértil que receiam tomar a vacina, explicou que as mesmas podem faze-lo sem receio, porquanto a sua administração não causa infertilidade.

Para as mulheres que amamentam, Viegas de Almeida disse estar recomendado que as mesmas não devem fazer a vacina SputnikV, mas as restantes podem faze-lo com toda segurança.

A Lunda Sul já realizou mais de 15 mil testes, entre zaragatoas e serológico.

A província da Lunda Sul regista 500 casos positivos, sendo que 49 estão activos, 443 recuperados e oito óbitos.

 

 

A informação foi avançada à ANGOP pelo coordenador adjunto da comissão provincial de resposta rápida na Lunda Sul, Viegas de Almeida, sublinhando que dada a forma como a instituição trabalha e pelo facto da mesma ter registado números elevados de casos positivos da doença no princípio do ano, há toda necessidade de serem vacinados.

Quanto ao processo de vacinação contra a Covid-19 na Lunda sul, fez saber que até ao momento foram já vacinadas 25 mil pessoas, das quais mais de 13 mil fizeram as duas doses, 10 mil não concluíram e dois mil não compareceram ao posto, para fazerem  a vacina da segunda dose.

Conforme o coordenador adjunto, de momento não estão a vacinar no posto aguardam a chegada de doses.

Apelou a população elegível, no sentido acorrerem aos posto de vacinação para serem vacinados, porque só desta forma será possível evitar mortes e doentes graves de Covid-19.

Quanto as mulheres em idade fértil que receiam tomar a vacina, explicou que as mesmas podem faze-lo sem receio, porquanto a sua administração não causa infertilidade.

Para as mulheres que amamentam, Viegas de Almeida disse estar recomendado que as mesmas não devem fazer a vacina SputnikV, mas as restantes podem faze-lo com toda segurança.

A Lunda Sul já realizou mais de 15 mil testes, entre zaragatoas e serológico.

A província da Lunda Sul regista 500 casos positivos, sendo que 49 estão activos, 443 recuperados e oito óbitos.