Covid-19: JMPLA sensibiliza jovens a afluírem aos postos de vacinação

  • Cabinda: Campanha de vacinação retomou
Cuito- A JMPLA na província do Bié promoveu hoje, na cidade do Cuito, uma campanha de sensibilização, que visou incentivar os jovens a aderirem aos postos de vacinação contra a covid-19, numa acção que se estenderá para os oito municípios da região.

Durante a campanha, esta organização juvenil do MPLA sensibilizou também os cidadãos a reforçarem as medidas de biossegurança, como o uso correcto da máscara, lavar as mãos com água e sabão ou desinfestá-las com álcool em gel, bem como a manterem o distanciamento físico, entre outras.

Ainda no âmbito desta actividade, a JMPLA promoveu nas artérias da cidade do Cuito campanhas de prevenção rodoviária, junto dos automobilistas, peões e moto-taxistas, no sentido de respeitarem escrupulosamente as regras de trânsito, sobretudo o cumprimento de velocidade estabelecidas dentro de uma urbe e não só.

Em declarações à Angop, o primeiro secretário dessa organização no Bié, Alfredo Cussomba Vieira Capitango, considerou proveitosa a actividade, na medida em que permitiu não só esclarecer a população sobre a importância da vacina, mas também na prevenção da pandemia da covid-19.

Na ocasião, a cidadã Cristina Sandra, de 25 anos de idade, mostrou-se satisfeita com a iniciativa da JMPLA, tendo encorajado a prosseguir com o mesmo gesto no interior dos bairros da cidade do Cuito.

Já o automobilista Idalécio Mateus, de 36 anos de idade, solicitou esta organização juvenil do MPLA a activar as brigadas de prevenção contra a sinistralidade rodoviária um pouco por toda província, sobretudo nas estradas Cuito/Andulo, Cuito/Chitembo e Cuito/Chinguar, por serem troços onde ocorrem mais acidentes.

Outra jovem, Rodé da Silva, encorajou a JMPLA a continuar a promover acções de sensibilização contra a Covid-19, uma vez que se tem verificado muitos cidadãos a não usarem a máscara, alegando muitas vezes estarem já imunizados por causa da vacinação tomada.

O município do Cuito, capital da província do Bié, conta desde esta semana com mais dois pontos de vacinação da covid-19, concretamente nos campos multiusos do Puniv e da comuna do Cunje.

 

No sábado, a província viu-se reforçada com mais vacinas, com a chegada de 11 mil e 700 doses da Pfizer, entregues pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta. As mesmas vão servir as populações do Cuito e Cunhinga.

A governante entregou ainda mil e 500 testes rápidos da covid-19.

A província do Bié tem um acumulativo de 759 casos positivos, dentre os quais 610 recuperados, 111 activos e 41 óbitos.

Durante a campanha, esta organização juvenil do MPLA sensibilizou também os cidadãos a reforçarem as medidas de biossegurança, como o uso correcto da máscara, lavar as mãos com água e sabão ou desinfestá-las com álcool em gel, bem como a manterem o distanciamento físico, entre outras.

Ainda no âmbito desta actividade, a JMPLA promoveu nas artérias da cidade do Cuito campanhas de prevenção rodoviária, junto dos automobilistas, peões e moto-taxistas, no sentido de respeitarem escrupulosamente as regras de trânsito, sobretudo o cumprimento de velocidade estabelecidas dentro de uma urbe e não só.

Em declarações à Angop, o primeiro secretário dessa organização no Bié, Alfredo Cussomba Vieira Capitango, considerou proveitosa a actividade, na medida em que permitiu não só esclarecer a população sobre a importância da vacina, mas também na prevenção da pandemia da covid-19.

Na ocasião, a cidadã Cristina Sandra, de 25 anos de idade, mostrou-se satisfeita com a iniciativa da JMPLA, tendo encorajado a prosseguir com o mesmo gesto no interior dos bairros da cidade do Cuito.

Já o automobilista Idalécio Mateus, de 36 anos de idade, solicitou esta organização juvenil do MPLA a activar as brigadas de prevenção contra a sinistralidade rodoviária um pouco por toda província, sobretudo nas estradas Cuito/Andulo, Cuito/Chitembo e Cuito/Chinguar, por serem troços onde ocorrem mais acidentes.

Outra jovem, Rodé da Silva, encorajou a JMPLA a continuar a promover acções de sensibilização contra a Covid-19, uma vez que se tem verificado muitos cidadãos a não usarem a máscara, alegando muitas vezes estarem já imunizados por causa da vacinação tomada.

O município do Cuito, capital da província do Bié, conta desde esta semana com mais dois pontos de vacinação da covid-19, concretamente nos campos multiusos do Puniv e da comuna do Cunje.

 

No sábado, a província viu-se reforçada com mais vacinas, com a chegada de 11 mil e 700 doses da Pfizer, entregues pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta. As mesmas vão servir as populações do Cuito e Cunhinga.

A governante entregou ainda mil e 500 testes rápidos da covid-19.

A província do Bié tem um acumulativo de 759 casos positivos, dentre os quais 610 recuperados, 111 activos e 41 óbitos.