Cooperação económica na CPLP domina audiência no Mirex

  • Ministro das Relações Exteriores recebe em audiencia o embaixador executivo da comunidade dos paises de lingua portuguesa (CPLP)
Luanda - Questões ligadas à revisão dos Estatutos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e ao reforço da cooperação económica dominaram a audiência que o ministro das Relações Exteriores, Téte António, concedeu hoje, segunda-feira, ao Secretário Executivo da organização, Zacarias Albano da Costa.

Esta informação foi prestada à imprensa pelo diplomata timorense, no final do encontro, acrescentando que a vertente económica constitui uma das prioridades da organização, à luz da última Cimeira de Chefes de Estado e Governo, realizada a 17 de Julho do corrente em Luanda (Angola).

De acordo com  Zacarias Albano Costa, no encontro foi analisado, de igual modo, a calendarização das reuniões do secretariado nos próximos dois anos.

Questionado sobre o impacto da Covid-19 nos países da organização, o responsável da CPLP defendeu a necessidade dos Estados membros reforçarem a cooperação multilateral, para que possam enfrentar melhor as dificuldades daí decorrentes.

Por seu lado, o ministro angolano das Relações Exteriores, Téte António, considera que a chave do sucesso no cumprimento das decisões tomadas na Cimeira está na colaboração que deve existir entre a presidência que Angola assume actualmente e o secretariado da organização.

Para o governante, Angola ao assumir a presidência da CPLP tem a responsabilidade de trabalhar em estreita colaboração com o secretariado executivo na implementação dos objectivos  preconizados.

Zacarias Albano da Costa, que chegou esta segunda-feira ao país para uma visita de dois dias, vai ser ainda recebido em audiências separadas, terça-feira, pelos ministros da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, e da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, respectivamente.

Durante a sua estada, o responsável da CPLP tem agendada uma  audiência com o Chefe de Estado Angolano, João Lourenço.

Angola assumiu a Presidência da CPLP na XIII Conferência de Chefes de Estado e de Governo, realizada  a 17 de Julho de 2021, em Luanda.

O Secretário Executivo, Zacarias da Costa, assumiu as funções no dia um (1)  de Agosto de 2021, após ter sido eleito para o cargo na Cimeira de Luanda.

 

Esta informação foi prestada à imprensa pelo diplomata timorense, no final do encontro, acrescentando que a vertente económica constitui uma das prioridades da organização, à luz da última Cimeira de Chefes de Estado e Governo, realizada a 17 de Julho do corrente em Luanda (Angola).

De acordo com  Zacarias Albano Costa, no encontro foi analisado, de igual modo, a calendarização das reuniões do secretariado nos próximos dois anos.

Questionado sobre o impacto da Covid-19 nos países da organização, o responsável da CPLP defendeu a necessidade dos Estados membros reforçarem a cooperação multilateral, para que possam enfrentar melhor as dificuldades daí decorrentes.

Por seu lado, o ministro angolano das Relações Exteriores, Téte António, considera que a chave do sucesso no cumprimento das decisões tomadas na Cimeira está na colaboração que deve existir entre a presidência que Angola assume actualmente e o secretariado da organização.

Para o governante, Angola ao assumir a presidência da CPLP tem a responsabilidade de trabalhar em estreita colaboração com o secretariado executivo na implementação dos objectivos  preconizados.

Zacarias Albano da Costa, que chegou esta segunda-feira ao país para uma visita de dois dias, vai ser ainda recebido em audiências separadas, terça-feira, pelos ministros da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, e da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, respectivamente.

Durante a sua estada, o responsável da CPLP tem agendada uma  audiência com o Chefe de Estado Angolano, João Lourenço.

Angola assumiu a Presidência da CPLP na XIII Conferência de Chefes de Estado e de Governo, realizada  a 17 de Julho de 2021, em Luanda.

O Secretário Executivo, Zacarias da Costa, assumiu as funções no dia um (1)  de Agosto de 2021, após ter sido eleito para o cargo na Cimeira de Luanda.