Luanda domina 5ª jornada do nacional de Rali

  • Pormenor de uma prova de Rally (Arquivo)
Huambo – Os pilotos da província de Luanda dominaram a 5ª jornada do Campeonato Nacional de Rali, ao vencerem em todas as categorias da prova, realizada este domingo, na comuna da Chipipa.

A prova, decorrida a 28 quilómetros da cidade do Huambo, é referente aos aos 109 anos de existência da cidade capital, a assinalar-se na próxima terça-feira (21).

Foi disputada nas categorias de Beggs, Jeep e Motorizadas de duas rodas, num circuito de 80 quilómetros.

Na categoria de Begg, foi vencedora a dupla Manuel Martins e Alexandre Martins, da equipa Team Inter Luso, enquanto João Lota e Nuno Santo, do Angola Tally Team, ocuparam a segunda posição.

O terceiro lugar coube ao piloto Rodrigues Morais, da Agrozootec Rali Raid.

Já em Jeep, os vencedores foram a dupla Ricardo Sequeira e Jorge Monteiro, do Team Bastonados, seguidos pelos pilotos Pedro Jesus e Pedro Duarte, da Viprangola Race Team (na segunda posição), e Carlos Couto e Patrícia Carvalho, do Team Comauto/Equipocar/Saúde28, na terceira.

Na categoria de motorizada, o vencedor foi o piloto Hugo Carvalho, do Team Equipocar/Saúde28 Angola, secundado por  Miguel Oliveira, do Team Makyase, ao passo que  Karllen Costa, da Palancas Racing Team/Licores Palerma, obteve o terceiro lugar.

Além destas categorias, a  5ª jornada do Campeonato Nacional  de Rali, que contou com a participação de 32 pilotos das províncias de Benguela, Huambo e Luanda, disputou-se, também, a classe de moto4, porém sem classificação.

No final da competição, o presidente da Associação Provincial de Desporto Motorizado do Huambo, Armando Guedes, disse que o evento superou as expectativas ao congregar maior número de corredores em comparação às quatro anteriores.

Já o administrador municipal do Huambo, Fernando Vicente, enalteceu a realização da competição, referindo que  consta das estratégias de revitalização do turismo na província do Huambo adormecido, nos últimos anos, por conta da pandemia da Convid-19.

O Campeonato Nacional de Rali, aberto em Maio deste ano, no Namibe, incluiu três jornadas na província de Luanda, prevendo-se a 6ª para o mês de Outubro no município do Lobito, província de Benguela.

A prova, decorrida a 28 quilómetros da cidade do Huambo, é referente aos aos 109 anos de existência da cidade capital, a assinalar-se na próxima terça-feira (21).

Foi disputada nas categorias de Beggs, Jeep e Motorizadas de duas rodas, num circuito de 80 quilómetros.

Na categoria de Begg, foi vencedora a dupla Manuel Martins e Alexandre Martins, da equipa Team Inter Luso, enquanto João Lota e Nuno Santo, do Angola Tally Team, ocuparam a segunda posição.

O terceiro lugar coube ao piloto Rodrigues Morais, da Agrozootec Rali Raid.

Já em Jeep, os vencedores foram a dupla Ricardo Sequeira e Jorge Monteiro, do Team Bastonados, seguidos pelos pilotos Pedro Jesus e Pedro Duarte, da Viprangola Race Team (na segunda posição), e Carlos Couto e Patrícia Carvalho, do Team Comauto/Equipocar/Saúde28, na terceira.

Na categoria de motorizada, o vencedor foi o piloto Hugo Carvalho, do Team Equipocar/Saúde28 Angola, secundado por  Miguel Oliveira, do Team Makyase, ao passo que  Karllen Costa, da Palancas Racing Team/Licores Palerma, obteve o terceiro lugar.

Além destas categorias, a  5ª jornada do Campeonato Nacional  de Rali, que contou com a participação de 32 pilotos das províncias de Benguela, Huambo e Luanda, disputou-se, também, a classe de moto4, porém sem classificação.

No final da competição, o presidente da Associação Provincial de Desporto Motorizado do Huambo, Armando Guedes, disse que o evento superou as expectativas ao congregar maior número de corredores em comparação às quatro anteriores.

Já o administrador municipal do Huambo, Fernando Vicente, enalteceu a realização da competição, referindo que  consta das estratégias de revitalização do turismo na província do Huambo adormecido, nos últimos anos, por conta da pandemia da Convid-19.

O Campeonato Nacional de Rali, aberto em Maio deste ano, no Namibe, incluiu três jornadas na província de Luanda, prevendo-se a 6ª para o mês de Outubro no município do Lobito, província de Benguela.