Executivos mantêm Gustavo da Conceição no COA até após os Jogos Olímpicos

  • Presidente do COA, Gustavo da Conceição
  • Mário Rosa (dir) novo chefe de missão em Tóquio
Luanda – O Presidente cessante do Comité Olímpico Angolano (COA), Gustavo Dias Vaz da Conceição, foi "convidado" pelos executivos da organização a manter-se no cargo até a disputa dos Jogos Olímpicos em Agosto próximo, em Tóquio (Japão).

Durante uma Assembleia Geral Ordinária, realizada neste sábado, no complexo da Cidadela, em Luanda, os participantes decidiram pelo voto ante a intenção de Gustavo da Conceição em não mais concorrer nas eleições inicialmente marcadas para o mês de Março.

Perante pronunciamentos sobre a desvantagem de eleger um novo elenco já que todo o programa para os Jogos Olímpicos foi organizado pelo grupo cessante, enquanto outros defendiam a realização do pleito já, decidiu-se pela votação.

Neste exercício democrático, 45 membros executivos, de uma população de 69, votaram pela permanência do antigo basquetebolista até 11 de Dezembro, nova data indicada para a renovação de mandato, portanto após o evento nipónico.

No conclave foi já eleito a Comissão Eleitoral composta por sete elementos sob liderança de Olinda Maria França (presidente) e Luzia Tadeu Major (vice-presidente).

Os membros do COA aprovaram ainda o relatório e contas do exercício de 2020, bem como o orçamento e plano de actividades para 2021.

Durante uma Assembleia Geral Ordinária, realizada neste sábado, no complexo da Cidadela, em Luanda, os participantes decidiram pelo voto ante a intenção de Gustavo da Conceição em não mais concorrer nas eleições inicialmente marcadas para o mês de Março.

Perante pronunciamentos sobre a desvantagem de eleger um novo elenco já que todo o programa para os Jogos Olímpicos foi organizado pelo grupo cessante, enquanto outros defendiam a realização do pleito já, decidiu-se pela votação.

Neste exercício democrático, 45 membros executivos, de uma população de 69, votaram pela permanência do antigo basquetebolista até 11 de Dezembro, nova data indicada para a renovação de mandato, portanto após o evento nipónico.

No conclave foi já eleito a Comissão Eleitoral composta por sete elementos sob liderança de Olinda Maria França (presidente) e Luzia Tadeu Major (vice-presidente).

Os membros do COA aprovaram ainda o relatório e contas do exercício de 2020, bem como o orçamento e plano de actividades para 2021.