Participação feminina na agricultura atinge mais de cinquenta por cento

  • Cunene: Famílias camponesas
Moçâmedes - Noventa e duas mil 859 mulheres da província do Namibe têm como actividade principal a prática da agricultura familiar, com o cultivo em grande escala de cereais, tubérculos e hortaliças.

A cifra representa 52 por cento da população feminina que vive em zonas rurais.

Estes dados foram apresentados hoje, segunda-feira, em Moçâmedes, pelo  chefe de departamento da Agricultura, Kalenga Kamba, quando falava na palestra sobre o tema “Agricultura Familiar como Suporte para Segurança Alimentar “, dirigida às mulheres rurais.

 O responsável disse ainda que 12 mil 223 mulheres, associadas em cooperativas agrícolas, estão a ser assistidas por vários programas, como o de Extensão e Desenvolvimento Rural,  desde 2020.

Referiu que a produção agrícola na província do Namibe está fixada em 174 mil 327 toneladas de produtos diversos, entre tubérculos e hortaliças, dos quais 136 mil 959 são originários da agricultura familiar, representando 79 por cento, e os outros 21 da  empresarial.

 

 

A cifra representa 52 por cento da população feminina que vive em zonas rurais.

Estes dados foram apresentados hoje, segunda-feira, em Moçâmedes, pelo  chefe de departamento da Agricultura, Kalenga Kamba, quando falava na palestra sobre o tema “Agricultura Familiar como Suporte para Segurança Alimentar “, dirigida às mulheres rurais.

 O responsável disse ainda que 12 mil 223 mulheres, associadas em cooperativas agrícolas, estão a ser assistidas por vários programas, como o de Extensão e Desenvolvimento Rural,  desde 2020.

Referiu que a produção agrícola na província do Namibe está fixada em 174 mil 327 toneladas de produtos diversos, entre tubérculos e hortaliças, dos quais 136 mil 959 são originários da agricultura familiar, representando 79 por cento, e os outros 21 da  empresarial.