Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

13 Setembro de 2012 | 12h46 - Atualizado em 13 Setembro de 2012 | 12h46

Destacado contributo de Neto no desenvolvimento da literatura angolana

Huíla

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lubango  – O escritor Paulino Soma destacou hoje, quinta-feira, na cidade do Lubango, província Huíla, o contributo e a influência da obra de António Agostinho Neto no crescimento e desenvolvimento actual da literatura angolana, face aos seus ideias e legados.

Em declarações à Angop, a propósito do Dia do Herói Nacional a assinalar-se na próxima segunda-feira, o escritor caracterizou o primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, como homem de uma estatura cultural singular, cujas obras continuam a servir de orientação nas várias esferas da vida.

Paulino Soma salientou que o empenho de Agostinho Neto no desenvolvimento da literatura foi concretizado com a sua eleição como primeiro dirigente da União Nacional dos Escritores Angolanos, pois foi uma figura transversal, cujos feitos nesta área cruza e marca gerações.

O homem da literatura considerou que a denominação “Herói Nacional” é fruto do empenho e as políticas aplicadas na época colonial e hoje este legado continua a ser materializado pela nova geração angolana.

Lembrou que António Agostinho Neto, mesmo encarcerado pela “PIDE-DGS” ex- segurança portuguesa, conseguiu lançar vários livros e revistas revolucionárias que contribuíram para despertar e galvanizar nacionalistas na luta de libertação e independência de Angola.

Segundo ele, o escritor angolano António Agostinho Neto nas suas obras definia sempre o lado positivo de Angola e já perspectivava o desenvolvimento económico e social de África e em particular do país, fruto da sua visão futurista.

Paulino Soma relembrou igualmente o percurso histórico de Agostinho Neto, desde o seu nascimento, a 17 de Setembro de 1922, na localidade de Icolo e Bengo, município de Catete, seu papel na luta clandestina para abolição do colonialismo e das várias prisões arbitrárias a que foi submetido face à sua oposição contra a ocupação colonial.

Homem de cultura e de poesia, o "Herói Nacional" fez parte da geração de estudantes africanos que viria a desempenhar um papel decisivo na independência dos seus países, naquela que ficou designada como a guerra colonial portuguesa.

Agostinho Neto morreu em Moscovo, capital da antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), a 10 de Setembro de 1979, por doença.

No entanto, na província da Huíla foram quarta-feira abertas as jornadas, com destaque para uma palestra subordinada ao tema “ Vida e Obra de António Agostinho Neto” orientado pelo o governador provincial, Isaac dos Anjos.

Para a jornada do 17 de Setembro estão ainda previstas palestras e o lançamento da obra literária intitulada "Os segredos da liderança", uma mesa redonda sobre "A visão de Agostinho Neto no desenvolvimento da cultura dos povos de Angola" e uma gala de homenagem à mulher.

Serão igualmente realizados ciclos de palestras nas escolas secundárias da Arimba e do Nambambe sobre a vida e obra de Agostinho Neto, visitas às instalações do Caminho- de-Ferro de Moçamedes (CFM), exposição fotográfica, actividades desportivas e festival da canção.

O Dia do Herói Nacional será ainda marcado pela realização de uma palestra e lançamento da obra literária intitulada "Agostinho Neto e a libertação de Angola (1949-1974).

Assuntos Província » Huíla  

Leia também
  • 25/08/2013 14:02:12

    Universitária de 20 anos eleita Miss-Huíla 2013

    De um universo de 14 candidatas, a modelo de 1,75 centímetros de altura, que representou o município da Jamba, foi a que reuniu consenso de entre o jurado composto por sete pessoas. Como primeira e segunda damas de honor foram eleitas, Ariani Vapor, estudante da 12ª classe de 18 anos e Ariete ...

  • 22/08/2013 16:22:42

    Miss-Huíla 2013 será eleita sábado

    Catorze candidatas concorrem a coroa que está em posse de Edmara de Oliveira, de 19 anos. Kueno Aionda e Nelo de Carvalho são outros atractivos convidados para o evento, que terá ainda a participação de músicos locais. Em declarações à Angop, o presidente do Comité Miss-Huíla, Joaquim Armando ...

  • 21/08/2013 08:31:20

    Comité Miss/Huíla apresenta candidatas à sociedade

    O evento contou com a presença de jornalistas, alguns patrocinadores e convidados. Na ocasião, aos jornalistas, o presidente do referido comité, Joaquim Armando Correia, disse ser mais um passo de envolvimento de todos os actores da sociedade neste evento. Segundo o responsável, a ...

  • 13/08/2013 12:35:34

    Destacado papel dos artistas no desenvolvimento social de Angola

    Lubango – A directora provincial da cultura da Huíla, Maria Marcelina Gomes, destacou hoje, terça-feira, no Lubango, o papel dos artistas no processo de desenvolvimento social e cultural do país. A responsável teceu estas considerações num encontro que juntou mais de 50 artistas entre amadores ...