Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

28 Junho de 2012 | 14h59 - Actualizado em 28 Junho de 2012 | 15h25

Líder religioso enaltece personalidade de Simão Gonçalves Toco

Religião

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, bispo Afonso Nunes, enalteceu esta quarta-feira a personalidade do profeta Simão Gonçalves Toco, considerando-o um homem cuja trajectória histórica deve ser do conhecimento de todos os cidadãos angolanos.

Este ponto de vista foi expresso ao proferir uma palestra subordinada ao tema "Vida e obra do profeta Simão Gonçalves Toco", dirigida aos alunos do Complexo Escolar com o mesmo nome, da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo.

" A personalidade do profeta Simão Gonçalves Toco já constitui motivo de investigações científicas por parte de muitos estudiosos na Europa e os angolanos não devem ficar atrás nesta iniciativa, uma vez que se trata de um filho desta pátria", referiu.

De acordo com o líder religioso, ao se estudar a trajectória deste profeta deve-se ter em conta a sua defesa dos valores culturais angolanos, pressuposto que deve ser seguido por todos os cidadãos nacionais, especialmente a camada jovem.

Para o bispo Afonso Nunes, " é imperioso que os angolanos estudem os princípios de liberdade defendidos pelo profeta Simão Gonçalves Toco, uma vez que foi o grande impulsionador do despertar das consciências no continente africano".

Explicou que ainda antes do inicio do movimento independentista em vários países africanos já os fiéis da Igreja Tocoista eram perseguidos e detidos pelas autoridades coloniais, acusados de afirmarem que havia chegado o tempo de lutarem pelos ideais de liberdade, independência e autodeterminação dos povos.

Na palestra, o bispo Afonso Nunes deu a conhecer as fases mais importantes da biografia do profeta Simão Gonçalves Toco desde o seu nascimento até a sua morte em Dezembro de 1984.

"Esta é uma escola missionária, uma vez que pertence a uma congregação religiosa e como tal tem como missão inculcar no seio dos seus alunos os valores cívicos, morais e culturais e para nós nada melhor que seguir o exemplo do patrono deste estabelecimento escolar", sublinhou.

Referiu que a doutrina social da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo assume a educação como um factor estratégico, para operar as mudanças de comportamento e de conduta social conduzindo o povo para uma vida inteiramente dedicada a Deus a luz dos ensinamentos das Sagradas Escrituras.

"Sendo este complexo escolar o nosso ponto de partida para o desafio do aumento e da melhoria da escolarização geral da população, nos últimos sete anos aumentamos a nossa rede escolar para cerca de 40 instituições e espaços educativos à escola nacional, estando sob responsabilidade directa desta Igreja mais de 16 mil alunos nos diferentes níveis e subsistemas de ensino", sublinhou.

     

Considerou este facto um legado do profeta Simão Gonçalves Toco, tendo muitas dessas iniciativas sócio educativas não terem sido concretizadas por condicionalismos impostos pelos colonialistas portugueses, bem como do contexto de instabilidade a que se seguiu a proclamação da independência de Angola.

 A palestra foi assistida por mais de duas centenas de alunos, professores que laboram no referido complexo escolar e dirigentes da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo.