Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Maio de 2012 | 04h18 - Actualizado em 11 Maio de 2012 | 04h17

Recomendada construção de centro para menores em conflito com a lei

Kwanza Norte

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ndalatando - A necessidade da construção urgente de um centro de menores em conflito com a lei, no Kwanza Norte, constitui uma das principais recomendações saídas quinta-feira da XV sessão do conselho provincial da família, que se encerrou em Ndalatando.

A actividade promovida pela Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher e decorrida em dois dias recomendou ainda a criação de lares para acolhimento de vítimas de violência doméstica e reforço da mobilização dos cidadãos sobre os riscos e consequências das gravidezes precoces, bem como em relação a mobilização da população para aderência massiva às campanhas de alfabetização e promoção de mais oportunidades de formação para a camada jovem, sobretudo mulheres.

Decorrido sob o lema " Família o lugar de manifestação do verdadeiro amor", o certame recomendou igualmente a necessidade de maior informação das mulheres através de palestras sobre a interpretação da igualdade de direitos e equidade no género, a criação de cursos pré-matrimoniais nas igrejas e outras instituições, divulgação e conservação dos valores morais e cívicos e sobre o uso e consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas.

Os cuidados e direitos para os filhos, assim como a continuidade da promoção de seminários sobre liderança por excelência dirigidos aos pais, a elaboração de cartilhas contendo informação sobre a lei da violência doméstica e a necessidade da intervenção de especialistas na resolução de crimes de violência doméstica constaram ainda das recomendações do certame.

O encontro subdividido em quatro painéis analisou entre outros assuntos o papel dos pais na orientação e formação da personalidade dos filhos, os valores da família face às exigências de uma sociedade material, causas e consequências da interferência de parentes no seio de casais, o papel da lei da violência doméstica na moralização da sociedade, a intervenção da polícia nacional na moralização da sociedade face a violência doméstica, assim como a importância do género para o desenvolvimento sustentável.

Participaram do certame, que durou dois dias, entidades do governo provincial, administradores municipais, funcionários da direcção provincial da família e promoção da mulher, representantes de Ong, entidades religiosas, autoridades tradicionais e convidados.

Leia também