Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

19 Outubro de 2011 | 23h49 - Actualizado em 19 Outubro de 2011 | 23h49

Lançado projecto de água e melhoramento de saneamento básico

Huambo

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Caála – Um projecto de água, saneamento e higiene para beneficiar vinte mil famílias das comunidades rurais dos municípios da Caála, Longonjo e Ekunha, província do Huambo, foi lançado hoje, quarta-feira, numa cerimónia presidida pelo vice-governador para esfera económica, Deolindo Henrique Barbosa.

A cerimónia do lançamento decorreu no Centro de Formação e Exposição Genética (Cefogexpo) localizado na comuna da Calenga, município da Caála, a 33 quilómetros a oeste da cidade do Huambo.

Na ocasião, o vice-governador Deolindo Barbosa solicitou o envolvimento directos das autoridades tradicionais, religiosas, agentes comunitários, a sociedade civil e das Organizações Não-Governamentais que operam nesta região para se atingir os objectivos definidos neste projecto de água, saneamento e higiene.

O projecto, promovido pelo governo provincial do Huambo, com uma duração de 48 meses, será extensivo nos municípios da Caála, Ekunha e Longonjo, onde foram identificadas 250 comunidades rurais.

Com este projecto, pretende-se reduzir com a estratégia nacional do governo “Água para Todos” a morbidez e a mortalidade associada às doenças transportadas por água e contribuir para a consecução dos objectivos de desenvolvimento do milénio da Organização das Nações Unidas (ONU).

Contempla a adopção de tecnologias sustentáveis, estimulação de alterações de comportamentos positivos e o aumento da capacidade local para a gestão de água, saneamento e higiene para se combater as doenças de origem hídricas.

Para a consistência deste projecto, serão capacitados 450 líderes comunitários, parteiras tradicionais, professores, jovens activistas e trabalhadores da saúde das comunidades rurais identificadas.

De igual modo, prevê a formação de 50 funcionários das administrações dos municípios seleccionados para a sustentação do projecto de água, saneamento e higiene.

Este projecto, tem definido a instalação de 20 poços de demonstração, reabilitação de 1000 poços existentes e a instalação de 1000 bombas manuais PVC nos municípios da Caála, Ekunha e Longonjo.

Estas bombas manuais do tipo PVC poderão produzir 900 litros de água potável segura por hora a 200 metros da residência do agregado familiar.

O gestor do projecto, Fernando Gonzales, disse que está previsto neste pacote a formação de artesões locais para o fabrico de bombas PVC para garantir a sustentação do programa de água, saneamento e higiene, que começou oficialmente na comuna da Calenga.

A instalação destes poços e bombas manuais PVC são de baixo custo, cujo orçamento estipulado varia de dois mil a dois mil e 500 dólares para a sua execução nas comunidades seleccionadas.

O programa, financiado pela União Europeia, é implementado pela organização não-governamental Visão Mundial, Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social de Populações Vulneráveis (ADESPOV) e a Direcção Provincial de Energia e Agua do

Huambo.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também