Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

17 Outubro de 2011 | 10h04 - Actualizado em 17 Outubro de 2011 | 11h06

Hoje é Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza

Efeméride

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo estimativas, a crise económica internacional lançou na pobreza mais 64 milhões de pessoas

Foto: Angop

Luanda – Assinala-se hoje, 17 de Outubro, o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), através de uma resolução, de Dezembro de 1992.

A efeméride tem com objectivo consciencializar a comunidade internacional a conjugar esforços para a busca de soluções, que façam frente à pobreza e ao subdesenvolvimento.

Na mensagem do ano passado, por ocasião da data, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, disse que o trabalho digno e produtivo é um dos meios mais eficazes para lutar contra a pobreza e promover a auto-suficiência.

Acrescentou que “mais de metade da população economicamente activa mundial tem empregos precários. Carecem de contratos de trabalho formais e de segurança social e, muitas vezes, não ganham o suficiente para sustentar a família e menos ainda para melhorar sua situação económica”.

Segundo as estimativas, a crise económica internacional lançou na pobreza mais cerca de 64 milhões de pessoas e o número de desempregados aumentou em mais de 30 milhões desde 2007.

“Como poderemos diminuir o fosso que separa a pobreza do trabalho digno?”, interroga-se Ban Ki-Moon, e responde “investindo em políticas económicas e sociais que fomentem a criação de emprego, promovendo condições de trabalho dignas e melhorando os sistemas de protecção social”.

Também é essencial garantir o acesso à educação, à saúde pública e à formação profissional.

Para o secretário-geral da ONU, devemos nos esforçar em garantir emprego aos jovens. Os jovens têm três vezes mais probabilidade de estar desempregados do que os adultos.

Em 2009, o número de jovens desempregados atingiu o recorde de 81 milhões. Uma das melhores maneiras de conseguir que os jovens olhem para o futuro com esperança é proporcionar-lhes um trabalho digno.

Apesar dos avanços animadores em muitas partes do mundo, centenas de milhões de pessoas vivem ainda em condições desumanas, privadas dos serviços mais elementares.

“É fundamental mudar este panorama: para erradicar a pobreza, reforçar as economias e construir sociedades pacíficas e estáveis, é essencial enfrentar a crise mundial do emprego”, disse.

A incerteza económica e a austeridade orçamental generalizadas não deverão ser um pretexto para fazer menos. São, pelo contrário, razões para fazer mais.

Estimativas do Banco Mundial indicam que 2,6 biliões de pessoas vivem com menos de 2 dólares por dia. Mais de metade (1,4 bilião) tem emprego e, portanto, não recebe renda suficiente para ficar acima da linha da pobreza.

Neste Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, “vamos ouvir as vozes dos pobres e tentemos aumentar as oportunidades de emprego e as condições de trabalho seguras em toda a parte”.