Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

02 Maio de 2011 | 14h04 - Atualizado em 03 Maio de 2011 | 07h54

GPL e Igreja Adventista do Sétimo Dia assinam protocolo

Cooperação

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governador de Luanda, José Maria dos Santos

Foto: Angop

Luanda - O Governo Provincial de Luanda e a Igreja Adventista do Sétimo Dia assinaram hoje (segunda-feira) um protocolo de cooperação com objectivo de envolver os jovens daquela instituição cristã em projectos de desenvolvimento sustentado. 

O protocolo de cooperação foi assinado pelo governador José Maria Ferraz dos Santos e pelo Presidente da União Nordeste de Angola da Igreja Adventista do Sétimo Dia, pastor Passmore Hachalinga.

 A assinatura, que aconteceu na presença do Presidente Mundial dos Adventistas, Ted Wilson, tem também como objecto envolver o GPL e a Igreja numa acção de formação de jovens para o desenvolvimento de actividades comunitárias.

O projecto dirige-se aos jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia, proporcionando o aperfeiçoamento e práticas de acções comunitárias a nível da província de Luanda, assim como a promoção de acções de apoio às famílias vulneráveis, de protecção e atenção especial à terceira idade, criança e à mulher.

Segundo o protocolo, os jovens adventistas devem realizar campanhas de limpeza e saneamento nos bairros da periferia de Luanda, proceder a arborização, pintura e poda de árvores, e desenvolver acções de sensibilização da população contra a violência domestica, combate as drogas e outras praticas socialmente reprováveis.

A promoção de acções de educação, ensino e alfabetização, actividades de sensibilização da população em prol das campanhas de vacinação e de apoio hospitalar, contam do protocolo assinado.

Neste acordo, cabe ao GPL o desenvolvimento do projecto, o diagnóstico de necessidades, a identificação de fontes de financiamento, a definição das condições e garantias de execução dos projectos comunitários.

A Igreja do Sétimo Dia cabe a colaboração do pré-projecto e a criação de condições especificas decorrentes das necessidades, colaborando na definição das áreas a intervir, bem como na avaliação dos resultados dos projectos escolhidos.