Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

01 Novembro de 2011 | 17h08 - Actualizado em 01 Novembro de 2011 | 17h08

Jovens reflectem sobre consequência do trauma

Zaire

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Soyo - Os jovens afectos à Igreja Universal do Reino de Deus participaram neste fim-de-semana, no município  do Soyo, província do Zaire, num seminário sobre as consequências dos traumas sociais e a sua origem.

Ao intervir no acto de abertura, o responsável da força da juventude da Igreja Universal do Reino de Deus, José Nzinga, apontou o uso excessivo de drogas, álcool, prostituição e gravidez precoce como os casos mais frequentes de traumas nesta região.

Aconselhou os jovens a primarem por boa conduta social, como condição para contribuírem para um crescimento harmonioso do país.

Advertiu para os perigos resultantes do trauma, que são os homicídios voluntários, enforcamentos, doenças respiratórias e a prostituição, propondo a prática do desporto, formação académica, profissional e religiosa para evitar os vícios.

"È sempre muito triste assistirmos situações desagradáveis, como assassinatos, roubos, prostituição entre outros traumas que enfermam a vida dos jovens em muitas sociedades", disse.

O responsável da Força Jovem da Igreja Universal do Reino de Deus pediu que as demais organizações religiosas, sociais e políticas trabalhem no resgate dos valores morais e cívicos, justificando ser uma das maneiras para ter uma juventude organizada, disciplinada e a trabalhar para o crescimento do país.

Assuntos Província » Zaire  

Leia também