Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

16 Julho de 2012 | 16h12 - Actualizado em 16 Julho de 2012 | 16h40

Angola tem condições para erradicar oncocercose

Saúde

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Director do Programa Africano de Controlo da Oncocercose, Paul Samson Lusamba Dikassa

Foto: Angop

Luanda - O director do Programa Africano de Controlo da Oncocercose (APOC), Paul- Samson Lusamba Dikassa, afirmou hoje, em Luanda, que Angola está em condições de eliminar as doenças tropicais negligenciadas.

Em declarações à imprensa, à margem do encontro sobre advocacia para abordar aspectos sobre o programa africano de controlo de oncocercose, referiu que Angola tem um planeamento positivo e uma estratégia de campanha que ajuda rapidamente a eliminar esta doença.

“Na região africana, quarto países, como Sudão do Sul, República do Congo Democrático, República Centro-Africana e Angola, encontram-se já afectados por esta doença, que provoca cegueira e problema da pele, principalmente nas áreas mais recônditas”, sublinhou.

Segundo Paul Samson Lusamba Dikassa, Angola pode erradicar a Oncocercose até 2020, com a experiência que já tem com as campanhas feitas sobre a poliomielite.

Pediu que se tenha atenção especial com as doenças negligenciadas e que o executivo facilite a entrada de medicamentos totalmente grátis, tendo em conta os valores alfandegários.

Esta enfermidade em Angola é endémica em 50 porcento do território, isto é, em nove das 18 províncias e em 27 porcento dos municípios (44 em 164), de acordo com dados da Representação da Organização Mundial de Saúde (OMS) em Angola.

De acordo com o responsável, vai visitar também as províncias do Kwanza Norte e do Bengo, onde vai apreciar os projectos de luta contra a referida doença, um trabalho que envolve as comunidades locais.

Nesta senda, foram criados oito projectos de tratamento massivo, com o envolvimento de mais de três mil 240 grupos comunitários, segundo o documento da OMS em Angola.

Para atingir a eliminação da oncocercose, o programa africano adoptou tal estratégia que é baseada na participação activa das comunidades locais para a administração do tratamento com ivermectina a todos os doentes que necessitem.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também