Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

13 Junho de 2012 | 17h29 - Actualizado em 14 Junho de 2012 | 16h10

Curso de planeamento familiar ajuda reduzir mortalidade materno infantil

Huambo

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Director provincial da Saúde, Frederico João Carlos Juliana

Foto: Angop

Huambo - O director provincial da Saúde no Huambo, Frederico João Carlos Juliana, afirmou hoje, quarta-feira, na cidade do Huambo, que o curso sobre o novo método de planeamento familiar de longa duração Jadelle, realizado de 4 a 13 deste mês na região, vai contribuir significativamente para a redução do índice de mortalidade materno infantil.

O responsável do sector da saúde no Huambo fez esta afirmação quando procedia ao encerramento do I seminário provincial sobre o novo método de planeamento familiar de longa duração, frisando que este curso assenta-se no melhoramento da situação da saúde das famílias angolanas.

Neste contexto, Frederico Juliana considera necessária a multiplicação dos conhecimentos em todas as unidades sanitárias da província e em geral do país, com vista a mobilização social da sociedade com maior ênfase para os homens.

“Esta mobilização deve começar nos homens e terminar nas mulheres que utilizam implante subdérmico para o espaçamento programado das gravidezes e o número de filhos que podemos ter. Dai que este curso virá melhorar, de forma significativa, os objectivos das nossas famílias em planificarem os seus filhos no sentido de os terem em penas condições socioeconómicas e de convivência”, assegurou.

Segundo o responsável, é necessário que as famílias saibam quando podem ter filhos, como os ter, em que momentos e condições devem ter tais filhos, situação que não só irá reduzir o índice de mortalidade materna infantil como também da fome e da pobreza no seio das comunidades.

Reafirmou o engajamento do Executivo da província, através do sector em melhorar as condições da população com a execução do programa de municipalização dos serviços de saúde do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza (PMIDCRP), motivo pelo qual este curso constitui um factor impulsionador

Numa iniciativa do programa de saúde reprodutiva da direcção provincial da saúde, com o apoio logístico e técnico do projecto Força Saúde e financiamento da Usaid e do laboratório Bayer, o evento, que teve a duração de dez dias, foi orientado pela directora clínica da maternidade Lucrécia Paim, Manuela Sotto Maior.

O certame, que contou com participação de 28 técnicos em representação dos municípios da Caála, Bailundo, Cachiungo, Huambo e Londuimbali, visou apoiar as unidades sanitárias locais que foram seleccionadas na incorporação do novo método de planeamento familiar no leque de serviços que estão a ser oferecidos para a melhoria da saúde sexual e reprodutiva das mulheres.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também