Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

03 Dezembro de 2008 | 12h33 - Actualizado em 03 Dezembro de 2008 | 12h33

Médicos e professores cubanos doam sangue ao hospital central

Bié

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Kuito - Vinte e um médicos e professores cubanos procederam hoje na cidade do Kuito, a doação de 10 mil e 450 mililitros de sangue a hemoterapia do hospital central do Bié, segundo apurou a Angop no local.


De acordo com o chefe da brigada dos cooperantes cubanos em serviço no Bié, Enrique Gener Navarro, o gesto enquadra-se na celebração da medicina Latina Americana que se assinala hoje na República Federativa de Cuba.


Ele disse ainda que a brigada de profissionais cubanos na província do Bié está composta por 34 elementos, entre os quais 24 médicos e 10 professores universitários, destes apenas 21 procederam a doação, enquanto que os restantes não o fizeram,
devido a problemas de saúde.


Enrique Gener Navarro assegurou que doações de género serão contínuas naquela unidade sanitária nos próximos tempos, tendo em conta as necessidades com que o estabelecimento sanitário tem se deparado nos últimos tempos, por falta de sangue.


Por seu turno, a chefe de secção da hemoterapia do hospital provincial, Felizarda Bondo, agradeceu a acção dos cooperantes cubanos, acrescentando que, a quantidade doada poderá minimizar a carência, bem como salvar vidas humanas.


A responsável disse ainda que, nos últimos tempos aquela instituição sanitária tem realizado diariamente cerca de 10 transfusões de sangue, principalmente aos feridos vítimas de acidentes.

 
O sangue doado, de acordo com a enfermeira, vai apenas servir para o hospital central do Bié, pelo facto dos doentes e feridos graves de todos os municípios serem evacuados para aquele estabelecimento.

Assuntos Província » Bié  

Leia também