Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

04 Outubro de 2013 | 20h04 - Atualizado em 04 Outubro de 2013 | 20h04

Pólo de desenvolvimento turístico de Kalandula exibido na FIL

O pólo de desenvolvimento turístico do município de Kalandula, província de Malanje, está patente na primeira Feira dos municípios e cidade de Angola, com o seu potencial cartaz das quedas de água de Kalandula.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Katia Lopes, Directora do polo Turisco do Kalandula

Foto: Lucas Neto

No espaço reservado para esta localidade, estão expostos diversas potencialidades, entre elas, da agricultura, turismo, ambiente, cultura, tradição, bem como a beleza paisagista que atrai quem nele se deslocar.

Falando à Angop, a directora de gestão do gabinete do pólo, Katia Lopes disse que as quedas de Kalandula constitui o maior ponto de atracão turístico na região.

Está localizado no rio Lucala o mais importante afluente do rio Kwanza. São as segundas mais altas de África com mais de 105 metros de altura e 401 de largura. Recebe mais de 1.500 visitantes por semana, oriundos de vários pontos de Angola e do mundo.

Disse estarem presentes na feira para apresentarem as potencialidades, reforço, busca de parcerias para a requalificação das infra- estruturas básicas, organização, promoção de oferta turística, bem como desenvolvimento e estímulo da economia.

Leia também
  • 04/10/2013 20:01:21

    Feira dos municípios e cidades proporciona espaço de interacção entre administradores

    A primeira Ferira dos Municípios e Cidades de Angola (Fmca2013) está a criar um grande espaço dinâmico de interacção entre os administradores municipais, considerou hoje, sexta-feira, em Luanda, o porta-voz do certame, Belisário dos Santos, em declarações à Angop.

  • 04/10/2013 19:20:18

    Orçamento participativo permite influenciar investimentos

    O orçamento participativo é um mecanismo governamental de democracia participativa que permite aos cidadãos influenciar ou decidir sobre os investimentos públicos, afirmou hoje ( sexta-feira) a representante do IBAM do Brasil, Maria Biasi

  • 04/10/2013 19:18:05

    Visão Territorial 2025 prevê a organização de região metropolitana

    A visão territorial para 2025, que consta da agenda do Ministério do Planeamento e Desenvolvimento Territorial, prevê a organização de uma região metropolitana, designadamente Luanda e vários arcos de cidades satélites, com vista a implementar novos instrumentos de desenvolvimento.