Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Setembro de 2013 | 08h52 - Actualizado em 22 Setembro de 2013 | 08h52

MPLA promove excursão as grutas de Kinivua

Um grupo de militantes do MPLA deslocou-se, sábado, à gruta de Kinivua, município do Ambuila, 104 quilómetros a leste da província do Uíge, numa excursão promovida pelo Comité Provincial do MPLA, no âmbito da celebração do dia do Herói Nacional, assinalado a 17 de Setembro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os excursionistas, cuja comitiva foi encabeçada pelo primeiro secretário para Informação da estrutura intermédia da maior organização política do país, visitaram igualmente a gruta do Bombo, onde está localizada a pedro do Nzenzo, uma das maravilhas em votação para as sete maravilhas do país.

Nas grutas de Kinivua, de acordo com o ancião Pedro João da Cruz, mais de 6.000 angolanos provenientes de várias regiões do país como Kitexe, Quicasso, Bembe e Ambuila (Uíge), Kwanza Norte e Ambriz e outros realizavam as primeiras reuniões em 1961, durante oito meses para traçarem estratégias de luta contra os colonialistas portugueses.

Enfatizou que depois de oito meses de preparação, os mesmos partiram com catanas e armas artesanais (canhangulo) para atacarem os colonialistas concentrados em algumas vilas e fazendas da região.

Numa mensagem das autoridades tradicionais locais, lida por Makubikua Maiangui, foi solicitada a reabilitação da estrada que liga a localidade de Zunga a comuna de Quipedro, com vista a viabilizar a exploração de vários sítios históricos existentes na circunscrição, subsequentemente o desenvolvimento da área.

Falando na ocasião, o secretário do Departamento para Informação do Comité Provincial, José Caricoco Cuxiquina, disse que a excursão enquadra-se no legado de primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, quando disse que as "nossas tradições havemos de voltar".

Destacou igualmente a figura de Agostinho Neto, como político, poeta e médico, tendo galvanizado a luta de libertação que culminou com a proclamação da independência de Angola a 11 de Novembro de 1975, avançando ainda que o seu exemplo deve ser seguido por todos os angolanos.

O município de Ambuila é rico em maravilha, constando na sua lista de sítios históricos, além de local onde decorreu a batalha de Ambuila, as grutas de Nzenzo, Kulo, Nsala e outros.

Assuntos Província » Uíge  

Leia também
  • 10/01/2015 22:15:51

    Uíge: Comité de especialidade apela contribuição no desenvolvimento

    Uíge - O primeiro secretário provincial do Comité de Especialidade de Economistas e Gestores do MPLA no Uíge, Pedro Augusto Conga, exortou hoje, sábado, nesta cidade, os membros do seu comité a redobrarem esforços na concretização de acções que contribuam para o desenvolvimento da região.

  • 04/01/2015 12:13:51

    Uíge: População exortada a relembrar os Mártires

    Uíge - O vice-governador para Sector Económico no Uíge, Carlos Mendes Samba, exortou hoje, domingo, na aldeiaTange, quatro quilómetros a sul da cidade do Uíge, a população, no sentido de continuar a relembrar os Mártires da Repressão Colonial que contribuíram na reivindicação da dominação colonial.

  • 03/01/2015 10:41:06

    Uíge: Palestra marca celebrações do Dia dos Mártires

    Uíge - Uma palestra subordinada ao tema "A importância do 4 de Janeiro - Dia dos Mártires da Repressão Colonial", a decorrer neste domingo, na aldeia do Tange, a quatro quilómetros da cidade do Uíge, sede capital da província, marcará o ponto alto das celebrações da efeméride, nesta província.

  • 31/12/2014 08:00:26

    JMPLA no Uíge com balanço positivo em 2014

    Uíge - O primeiro secretário provincial do Uíge da JMPLA, Pedro Augusto Conga, considerou, terça - feira, nesta cidade, positivo o trabalho desenvolvido pela organização juvenil do MPLA na província, durante o ano 2014.