Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

03 Janeiro de 2013 | 14h08 - Actualizado em 03 Janeiro de 2013 | 14h28

Presidente da República informado sobre situação na RCA

Audiência

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da República (à dir.) recebe mensagem do homológo centro africano

Luanda – O Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, foi informado hoje, em Luanda, da conturbada situação reinante na República Centro Africana (RCA), marcada pela rebelião armada que ameaça a integridade do país, durante uma audiência ao ministro dos Negócios Estrangeiros daquele Estado, Antoine Gambi.

Uma mensagem do Presidente da República Centro Africana, François Bozizé, onde detalha os últimos acontecimentos em torno da crise política e militar, foi entregue ao estadista angolano pelo ministro centro africano dos Negócios Estrangeiros.

À saída da audiência, realizada no Palácio Presidencial, na Cidade Alta, o diplomata salientou que a missiva reporta os resultados da Cimeira Extraordinária dos Chefes de Estado da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), realizada a 21 de Dezembro último, em Ndjamena (Tchad).

Salientou que a referida cimeira tomou decisões muito importantes, sublinhando o conselho dado aos rebeldes no sentido de retrocederam à procedência e não fazerem avanços em direcção à Bangui, capital do país.  

“Como resultado disso, vamos sentar à mesa de negociações, no próximo dia 8 deste mês, em Libreville, sob mediação do Presidente do Congo Brazzaville, Denis Sassou Nguesso, para dar continuidade à discussão do acordo global de paz assinado em 2008, também na capital gabonesa”, disse Antoine Gambi. 

Destacou ainda a conferência inclusiva (diálogo conjunto) que teve lugar em Bangui, em 2010, altura em que o Presidente François Bozizé reafirmou a sua decisão de não se recandidatar à presidência do país depois do final do seu segundo mandato, que termina em 2016.

Assuntos Angola  

Leia também