Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Março de 2012 | 15h04 - Atualizado em 09 Março de 2012 | 16h22

Presidente da República inaugura Fazenda Agro-pecuaria da Cacanda

Lunda Norte

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Dundo – O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, procedeu hoje, sexta-feira, na Lunda Norte, à inauguração da Fazenda Agro-Pecuária da Cacanda, que vai incrementar a produção de legumes e produzir mais de cinco milhões de ovos, bem como criar mil cabeças de gado bovino por ano.

A actividade insere-se na visita do Chefe de Estado a está região do leste do país.

O projecto agrícola, um investimento público e privado, orçado em 29 milhões de dólares, é financiado pela linha de crédito de Israel e compreendeu a reabilitação e modernização da antiga Fazenda Cacanda, construída a mais de 40 anos pela Diamang.

A fazenda, situada a quatro quilómetros da cidade do Dundo, com uma área de 10 mil hectares, está dotada de componentes necessários às suas actividades, incluindo aviários, fábrica de rações, matadouro, oficinas, viveiros de plantas, centros de formação agrícola, centros de sementes, áreas administrativas, habitações para gestores e trabalhadores.

O projecto, considerado o maior investimento agro-pecuário na Região Leste do país, vai garantir o desenvolvimento agrícola da província e proporcionar formação técnica em agro-pecuária aos camponeses locais, assegurar o surgimento da produção agro-industrial, tendo como perspectiva a diversificação da matriz económica da região, cuja as bases se centram na exploração de diamantes.

A infra-estrutura possui matadouro central, estruturas comerciais, administrativas e o centro de formação agrícola.

A gestão do projecto de reabilitação e a modernização das infra-estruturas da fazenda estiveram sob responsabilidade da Agrarius Limited, empresa israelita.

Em declarações à Angop, o governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala, informou que a fazenda Cacanda vai gerar mil empregos directos e três mil indirectos, com realce para as especialidades de engenharia civil, administração, agronomia, veterinária, técnicos em áreas de cultivo e operários.

O número de postos de trabalhos pode aumentar à medida em que o projecto for crescendo, sobretudo a nível da cadeia produtiva.

O empreendimento, conforme disse, é um orgulho para a população da Lunda Norte, pois vai trazer grandes benefícios, que se reflectem na estabilidade do mercado regional e no incentivo ao programa de combate à fome e à redução da pobreza no seio das famílias.

A infra-estrutura possui matadouro central, estruturas comerciais, administrativas e o centro de formação agrícola.