Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

16 Fevereiro de 2012 | 22h12 - Actualizado em 16 Fevereiro de 2012 | 22h12

Petrolífera Total financia bolsas de estudo

Kwanza Norte

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ndalatando - Pelo menos cinco alunos da escola do II ciclo "Eiffel", sedeada em Ndalatando, capital do Kwanza Norte, vão beneficiar anualmente de bolsas de estudos para frequência do ensino superior em universidades de Angola, Portugal e França, no quadro de um projecto financiado pela empresa petrolífera "Total- Ep".

A informação foi avançada hoje (quinta-feira) à imprensa pela directora para a área de Relações Exteriores da "Total", Henda Ducados, esclarecendo que as referidas bolsas deverão beneficiar os cinco alunos que obtiveram as médias mais altas a nível das várias especialidades do ensino médio.

Para o efeito, a mesma esclareceu que na selecção dos estudantes a sua instituição vai priorizar o bom comportamento, melhor desempenho e excelência, sobretudo em relação ao domínio perfeito da Matemática, do Inglês ou do Francês, de modo a facilitar a rápida inserção dos mesmos, caso sejam seleccionados para formação em universidade estrangeiras.

No quadro da apresentação dos moldes de acesso às bolsas de estudo, referiu, uma delegação da empresa e alguns parceiros mantiveram hoje um encontro com os encarregados de educação dos alunos, para a apresentação dos objectivos da empresa em relação a construção de escolas do II ciclo em várias províncias do país e consequente apresentação das políticas de atribuição de bolsas de estudos.

Henda Ducados esclareceu que a empresa Total desembolsa anualmente um montante que varia entre os 10 à 45 mil dólares na amortização dos custos individuais de cada bolseiro.

"As bolsas de estudo financiadas pela Total estão avaliadas em USD 10 mil para cada aluno formado em Angola, 30 mil dólares para cada aluno que estudar em Portugal e USD 45 mil para cada bolseiro seleccionado para França", esclareceu a responsável.

Recorde-se que as escolas Eiffel são escolas públicas do II ciclo do ensino secundário que ministram as classes da 10ª  a 12ª, sob indicação do Ministério da Educação, contando actualmente com infraestruturas nas cidades de Ndalatando (província do Kwanza Norte), Caxito (Bengo), Ondjiva (Cunene) e Malanje.

O surgimento das referidas escolas é resultado de um acordo tripartido assinado em Maio de 2008 entre o Ministério da Educação, a empresa Total. Ep – Angola e a missão laica francesa, visando o reforço da componente do ensino gratuito nas referidas províncias.

No quadro de um programa estabelecido pelo Ministério da Educação, a nível das referidas escolas são leccionados vários cursos, que priorizam as áreas de Matemática, Química, trabalhos práticos e língua estrangeira, sendo exigido os 16 anos como idade mínima para o ingresso nas escolas Eiffel que ministram da 10ª a 12ª classe.

Leia também
  • 26/05/2014 16:31:47

    Cuanza Norte: Periodicidade de mandatos na JMPLA ilustra democracia no seio do MPLA

    Camabatela - A coordenadora do grupo de acompanhamento do Comité Nacional da JMPLA para o município de Ambaca, Ivone do Carmo, disse neste fim-de-semana que a periodicidade dos mandatos na organização juvenil do MPLA prova a democracia vigente no seio do partido e das suas estruturas sociais.

  • 25/05/2014 09:14:45

    Cuanza Norte: JMPLA em Lucala capacita quadros em preparação do sétimo Congresso

    Lucala - Os dirigentes e quadros da JMPLA no município de Lucala, província do Cuanza Norte, estão preparados para melhor participação nos preparativos do VII congresso da organização, após terem sido, sexta feira, capacitados sobre a preparação do evento, convocado para Outubro próximo.

  • 24/05/2014 17:57:15

    Cuanza Norte: JMPLA no Lucala capacita quadros

    Lucala - Os dirigentes e quadros da JMPLA no município de Lucala, província do Cuanza Norte, participaram sexta-feira num seminário metodológica de capacitação que visou apresentar os documentos bases do processo orgânico que culminará com a realização do VII congresso da organização, a ter lugar em Outubro próximo, em Luanda.

  • 17/05/2014 19:12:34

    Cuanza Norte: OMA promove seminário metodológico para militantes

    Ndalatando - Um seminário de capacitação, com vista a reforçar as metodologias de trabalho da Organização da Mulher Angolana (OMA), foi realizado hoje, em Ndalatando, província do Cuanza Norte, numa promoção do Secretariado Provincial da organização feminina do MPLA.