Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

04 Fevereiro de 2011 | 23h49 - Actualizado em 04 Fevereiro de 2011 | 23h44

"4 de Fevereiro" simboliza rejeição da descriminação pelos angolanos

Uíge

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Uíge - O governador da província do Uíge, Paulo Pombolo afirmou, na vila de Damba, que o "4 de Fevereiro" que hoje (sexta-feira) se
comemora simboliza “a rejeição pelo povo angolano à humilhação e descriminação impostas pelo regime colonial português.

 
Falando no acto que marcou a celebração do dia do início da luta de libertação nacional, assinalado hoje, o governante frisou que como fruto dessa luta, os angolanos se tornaram independentes em 1975, para dirigirem eles próprios os destinos do seu país.

"Mas também nos libertamos em 1975 para lutarmos na melhoria das condições de vida da nossa população", realçou,  apelando aos administradores pela grande responsabilidade que pesa sobre eles no melhoramento de condições de vida da população.

Paulo Pombolo, depois de apelar a população a continuar ter confiança no Presidente da República , José Eduardo dos Santos e no governo, manifestou  a sua insatisfação por alguns casos  de vandalismo que se regista no município contra os bens que o governo coloca à disposição dos munícipes.

"A minha insatisfação consiste no facto do governo estar a trabalhar, construir  infra-estruturas para a população, e na calada de noite os nossos próprios filhos destruírem o  que o governo coloca à disposição da população", deplorou.

Para o governante, as igrejas, associações juvenis e organizações juvenis partidárias  têm uma missão estratégica a cumprir na educação cívica e moral dos jovens, ajudar o governo a colmatar essa situação, educando a juventude para a mudança de comportamento.

Paulo Pombolo manifestou ainda a sua confiança pela retomada o mais breve possível das obras de reabilitação do troço em falta da estrada que liga Negage ao município de Maquela do Zombo, ultrapassada a crise económica e financeira que assolou mundo.

Na ocasião,  foi igualmente  lançado no município de Damba  o programa de crédito da campanha agrícola, exortando a população a se organizar em associações e cooperativas agrícolas, no sentido de que possa beneficiar do referido credito.

Antecedeu o acto que decorreu sob lema "com espírito do 4 de Fevereiro, construamos uma Angola próspera e moderna", a inauguração de uma escola e visitas à vários empreendimentos de âmbito social.

Assuntos Província » Uíge  

Leia também
  • 30/01/2015 14:39:51

    Uíge: Reinauguração de unidade prisional marca celebrações do "4 de Fevereiro" no Songo

    Songo - As comemorações do ?4 de Fevereiro?, Data do Início da Luta Armada de Libertação Nacional, a nível do município do Songo, 40 quilómetros a norte da cidade do Uíge, serão marcadas com a reinauguração da 1ª fase da Unidade de Prisão Preventiva afecta a Região Militar Norte.

  • 29/01/2015 18:44:31

    Uíge: Juventude aconselhada a pautar-se pelo civismo

    Uíge - Jovens de vários estratos sociais residentes na cidade do Uíge foram hoje (quinta-feira), nesta cidade, aconselhados a pautarem-se pelo civismo e patriotismo no sentido de contribuir para o bem estar de todos e o desenvolvimento da província.

  • 28/01/2015 19:32:07

    Uíge: Embaixador da China trabalha na província

    Uíge - O embaixador da China em Angola, Gao Kixiang, iniciou nesta quarta-feira uma visita de trabalho à província do Uíge, para avaliar os projectos desenvolvidos por empresas chinesas na região e fortalecer o relacionamento com as autoridades locais.

  • 10/01/2015 22:15:51

    Uíge: Comité de especialidade apela contribuição no desenvolvimento

    Uíge - O primeiro secretário provincial do Comité de Especialidade de Economistas e Gestores do MPLA no Uíge, Pedro Augusto Conga, exortou hoje, sábado, nesta cidade, os membros do seu comité a redobrarem esforços na concretização de acções que contribuam para o desenvolvimento da região.