Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

28 Setembro de 2010 | 09h57 - Actualizado em 28 Setembro de 2010 | 10h33

Revisão do código da família deve basear-se na realidade angolana

Huambo

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo – O jurista Ângelo Anselmo Funete considerou segunda-feira, no Huambo, que o processo da “revisão do código da família” deve basear-se na realidade social angolana de forma a convergir com o direito e os costumes da população.

Em declarações à Angop, o jurista considerou igualmente que o código da família deve ter princípios e propósitos baseados na família, sendo este o núcleo da sociedade, pois "não deve haver divergência entre o direito e o costume".

“Constituir família é preciso casamento, a forma dos nossos casamentos não tem diferença com outros países e o código da família tem de regular as relações entre marido e mulher, direito de filiação, tutela, adopção e o matrimónio, porque são questões muito pertinentes que têm causado muitos problemas na sociedade”, salientou.

Deste modo, Ângelo Funete disse que, a mesma revisão deve ser feita na base da evolução da sociedade angolana, no sentido de inovar e realizar mudanças de leis necessárias.

De acordo com o jurista, as principais mudanças da revisão do código da família devem cingir-se na união de facto, formas de separação e o processo de elaboração do divórcio.

“O nosso código da família não apresenta prazo para o divórcio, deste modo, muitos são prejudicados, por uma das parte, que sai e volta quando outra adquire bens e exige a partilha dos mesmos”, realçou.

O código da família adiantou, deve igualmente sensibilizar as mulheres que em caso de separação, os filhos podem ficar com ambas as partes, de forma a deixar os mesmos, com o que melhores condições de vida poder oferecer.

Ângelo Anselmo Funete também professor assistente da Faculdade de Direito da Universidade José Eduardo dos Santos, espera que a revisão do código da família venha dar segurança e reconhecer o casamento tradicional.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 28/05/2014 17:42:53

    Huambo: Reconhecida importância dos concentrados metodológicos das FAA

    Huambo - Os concentrados metodológicos das distintas especialidades das Forças Armadas Angolanas (FAA) fazem parte das prioridades do plano de tarefas do Comando do Exército, no decorrer de cada ano de instrução operativa, combativa e educativo-patriótica, visando o fortalecimento da corporação, assentes no comando único, hierarquia e disciplina militar.

  • 26/05/2014 18:33:20

    Huambo: Sublinhado papel de Angola na resolução dos conflitos em África

    Huambo - O pastor Abel de Jesus Chongolola, da Igreja Evangélica Congregacional em Angola, admitiu hoje (segunda-feira) na cidade do Huambo, que Angola exerce um papel importante na resolução dos conflitos que assolam o continente africano, sobretudo na região austral onde está situado o país.

  • 26/05/2014 13:59:09

    Huambo: Cultura democrática deve nortear líderes africanos para promoção da estabilidade do continente

    Huambo - A cultura democrática, baseada na observação aos direitos humanos, promoção da boa governação e na consolidação do primado da lei dos Estados de direito deve nortear os líderes africanos, com vista a promoção da estabilidade política e económica do continente "berço da humanidade".

  • 26/05/2014 13:52:40

    Huambo: Analista destaca dinamismo da diplomacia angolana

    Huambo - O contributo de Angola na resolução de conflitos em África foi destacado hoje, na cidade do Huambo, pelo analista político Olímpio Candala, que felicitou o dinamismo da diplomacia do país.