Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

13 Março de 2010 | 14h00 - Actualizado em 13 Março de 2010 | 21h26

Antigos combatentes e veteranos da pátria terão pensões melhoradas

Garantia

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo - Os antigos combatentes e veteranos da pátria terão as suas pensões melhoradas, nos próximos anos, segundo garantiu nesta sexta-feira, no Huambo, o titular da pasta, Kundi Payama, no final da visita de constatação aos órgãos ligados ao seu pelouro.

  

O governante, que não entrou em detalhes, afirmou que o seu ministério está empenhado em resolver de forma paulatina e sustentada todos os problemas que esta franja da sociedade enfrenta.

Realçou que o Governo vai continuar a assumir a responsabilidade de melhorar as condições de vida de todos aqueles que deram o seu contributo para a libertação do país e alcance da paz efectiva.

Apesar de considerar legítimas as preocupações que muitos antigos combatentes e veteranos da pátria têm manifestado, Kundi Payama disse não corresponderem a verdade as alegações segundo as quais os mesmos tenham sido esquecidos pelo Governo.

“Muitos deles dizem, peremptoriamente, que estão abandonados e esquecidos.

Mas tudo isso é questionável, uma vez que cada um pensa como vive”, esclareceu.

Admitiu, no entanto, haver algumas dificuldades por parte do seu ministério em dar solução em tempo oportuno das preocupações dos antigos combatentes e veteranos da pátria.

Afirmou ainda que estudos estão a ser feitos para que o quadro actual seja alterado para bem dos beneficiários, à luz dos últimos desenvolvimentos que o país registou.

Ainda assim, o ministro dos antigos combatentes e veteranos da pátria disse que muitos dos problemas não podem ser analisados ou resolvidos de forma linear, “há outras valências que devem ser avaliadas”.

Kundi Payama manifestou igualmente o desejo de continuar a dialogar com os pensionistas do seu ministério a fim de chegarem a um consenso no que tange a resolução dos problemas que os mesmos vivem.

“Temos que estudar bem as coisas para não levantarmos falsas expectativas às pessoas. Os factos devem ser bem explicados e só depois podemos estabelecer diálogos que nos levem ao mesmo denominador comum”, sublinhou.

Esta é a primeira deslocação que Kundi Payama efectua ao Huambo, na qualidade de ministro dos antigos combatentes e veteranos da pátria, cargo que assumiu no mês de Fevereiro.

Durante a sua estada, de algumas horas, manteve encontros separados com o vice-governador para a esfera económica, conselho de direcção da delegação do seu ministério e com os assistidos.

Visitou também a direcção provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria e as oficinas desta instituição, bem como o bairro Kilombo, onde vivem Muitos pensionistas.