Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

27 Julho de 2009 | 11h07 - Atualizado em 27 Julho de 2009 | 12h25

Músico Wiza prepara gravação do primeiro DVD

Música

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cantor angolano Wiza

Foto: Angop

Luanda – O cantor angolano Wiza, que se tem destacando no cenário musical nacional, ao cantar Kilapanga, estilo genuinamente angolano, vai gravar o seu primeiro DVD nos próximos dias 3, 4 e 5 de Setembro, a partir das 20 horas no restaurante “Baia”, em Luanda.

Em declarações à Angop, Wiza contou que a gravação terá as participações especiais dos músicos Paulo Flores, considerado grande nome da música Semba, Perola e Gabriel Tchiema, a serem suportados instrumentalmente por uma banda constituída por instrumentistas brasileiros, ingleses e portugueses.

Segundo o artista, a gravação gera grande expectativa entre a organização do show e os admiradores dos ritmos nacionais, pois é o primeiro DVD de música
Kilapanga no país.

Sobre o repertório, Wiza informa que serão interpretadas canções como “Bacongo" de sua autoria, cuja letra faz uma viagem pelas principais tradições do norte de Angola.

A fonte informa que a presença dos convidados especiais também está a ser aguardada com expectativa, pois todos vão poder cantar seus grandes sucessos ao lado do cantor Wiza.

A produção do DVD está a cargo da editora "Maianga Produções" que tem acompanhado o artista em várias actividades a nível nacional e internacional.

Wiza, de 34 anos, nasceu na província do Uíge e veio com sua mãe a Luanda, em 1984, devido à guerra, mas apesar de perder grande parte dos bens materiais que possuía, trouxe consigo as recordações da sua terra natal.


 
Começou a carreira musical em 1990, em Luanda, onde participou em vários festivais infantis.


 
Em 1997 é convidado a integrar a banda musical “Vozes Negras” onde participa na gravação do primeiro disco do grupo editado pela “Grafity”.


 
Quatro anos depois é convidado pelo músico e produtor João Alexandre para gravar o “Kytsona”, primeiro disco da carreira do artista.


 
Em 2004, pelas mãos do produtor brasileiro Reinaldo Maia, nasce o seu segundo trabalho intitulado “África Yaya”, editado pela “Maianga Produções”.


 
O terceiro disco surge em 2008 sob a chancela da Maianga Produções e intitula-se “Bacongo”.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 24/08/2013 07:28:19

    Outorga de diplomas e exposição sobre processo de escravatura marcam semana

    No domínio da educação, a semana ficou marcada com a realização de sessões de outorgas de diplomas dos estudantes da Universidade Privada de Angola (Upra), num total de 555 licenciados nos cursos de Arquitectura, Engenharia Civil, Engenharia de Informática de Gestão e de Sistemas Informáticos, ...

  • 24/08/2013 05:02:08

    Faculdade de Ciências Sociais acolhe temas de interesse académico e social

    Numa nota de imprensa da Delevopment Workshop Angola (DW), entidade organizadora do evento, a que a Angop teve hoje acesso, indica que este evento enquadra-se na edição 2012/2013 do programa de estágios comunitários para estudantes universitários da desta ONG. O Autismo é um termo geral usado ...

  • 23/08/2013 06:54:15

    Yuri da Cunha apresenta "Kandengue Atrevido" com um pequeno show

    O Max single do músico, que será comercializado, nos dias 24 e 25 do mês corrente, no Parque da Independência e no Belas Shopping, surge em consequência da reacção desfavorável que os fãs demonstraram por causa dos longos intervalos de tempo que o artista observava para publicar os seus ...

  • 21/08/2013 01:20:50

    Luanda Cartoon ressalta talento dos cartoonistas nacionais e estrangeiros

    Para João Mascarenhas, participante do referido festival, que falava à Angop, afirmou que as obras em exposição têm qualidade para serem presentes em eventos internacionais de BD. João Mascarenhas ressalta a dedicação do Estúdio Olindomar na dinamização deste evento de BD em Angola, ...