Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

28 Janeiro de 2009 | 19h47 - Atualizado em 30 Janeiro de 2009 | 09h58

Governadora inaugura escola de música na paróquia do Carmo

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governadora de Luanda, Francisca do Espírito Santo

Foto: Angop

Luanda - A governadora da província de Luanda, Francisca do Espírito Santo, inaugurou  quarta-feira a escola de música da Paróquia da Nossa Senhora do Carmo, adistrita à Igreja Católica.

Acompanhada pela ministra da Justiça, Guilhermina Prata, e pelo bispo auxiliar de Luanda, dom Anastácio Kahango, a governadora assistiu a uma breve demonstração da entoação do Hino Nacional pelos alunos da escola de música da Igreja do Carmo.


Ao tomar a palavra, a também ministra sem pasta agradeceu ao Ministério da Justiça por ter cedido as instalações da nova escola, que funcionou antes como uma repartição para a emissão de Bilhetes de Identidade.


Em sua opinião, é muito importante a aprendizagem de música, pois desperta a sensibilidade das crianças e ajuda na criação da sua estrutura moral e cívica, razão pela qual encorajou a Igreja Católica a continuar com esse exercício de ocupação dos tempos livres das crianças.


A escola de música da Paróquia da Nossa Senhora do Carmo surge em resposta ao desafio lançado pela governadora depois de ter entregue, no  fim do ano passado, instrumentos musicais à congregação religiosa.


A escola, que já tem 100 alunos inscritos, tem como objectivo desenvolver a música litúrgica como método de evangelização, preencher o tempo livre das crianças e adolescentes, assim como desenvolver a sua educação moral e cívica.   
       


Em Novembro de 2008, a governadora de Luanda entregou à Paróquia do Carmo da Igreja Católica as chaves das instalações da escola de música e instrumentos diversos. 

Constavam dos instrumentos, amplificadores de áudio, baterias acústicas, cabos de alimentação, cabo áudio, colunas profissionais, crossover electrónicos, ecrãs com tripés, extensão de amplificador de seis vias, flautas, guitarras, livros de música, microfone dinâmico sem fio (lapela) e misturador de 32 entradas.

A doação comportou ainda um MP3 double cd player (ck-800), pandeiros, par de auscultadores, piano profissional, rack para equipamentos 12u, regulador de tensão digital para rack 19,  saxofone alto mk007, sistemas de microfones sem fio de mão, sonic exciter-eu, suporte para teclado proel, teclado Yamaha PSR-S900, tripés para microfones e videos projectores.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 26/08/2013 23:06:36

    Destacada importância do livro para o acesso à Cultura

    O responsável, fez essa referência quando discursava na cerimónia de abertura da 7ª edição da Feira Internacional da Música e Leitura, que vai decorrer até 01 de Setembro no Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR). "O livro condensa e fixa a generalidade dos conhecimentos que estão na ...

  • 26/08/2013 22:08:13

    Livros e discos expostos na Feira Internacional da Música e Leitura

    Livros com diversos temas e discos de autores nacionais e estrangeiros, estão a venda na feira, que tem o encerramento previsto para o próximo dia 01 de Setembro do corrente. Além dos concertos, exibição de filmes e recitais de poesias a acontecer ao longo da feira, o escritor Lopito Feijó e ...

  • 26/08/2013 10:49:23

    Gastronomia e trajes típicos angolanos apreciados no Botswana

    Segundo uma nota da embaixada de Angola naquele país chegada hoje, segunda-feira, a redacção da Angop, a missão diplomática angolana participou do evento com uma amostra de gastronomia nacional e uma exposição de trajes típicos das distintas regiões do país, bastante apreciados pelas ...

  • 26/08/2013 03:06:49

    Disco de estreia do músico Ras Kamana no mercado dentro de dois meses

    Falando à Angop sobre o disco, o autor afirmou que terá oito temas cantados e tocados no estilo reggae e nas línguas Português e Kimbundu. “Harmonia faz parte da minha filosofia de vida, visto que pertenço ao movimento Rastafari que defende a paz e o amor, razão pela qual também escolhi o ...