Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

29 Setembro de 2012 | 13h31 - Actualizado em 29 Setembro de 2012 | 13h31

Eduardo Paím consternado com morte de Mamborró

Luto

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O músico Eduardo Paím manifestou-se, hoje, nessa cidade, consternado com o passamento físico do artista José Machado "Mamborró" e considerou um golpe duro a morte prematura daquele que foi um dos expoentes máximos do projecto infantil "Piô Piô", da Rádio Nacional de Angola (RNA).

"Eu vivi Mamborró, porque faço parte desta família que trabalhou com ele sobretudo na sua fase inicial (da carreira). Produzi muitas músicas dele e este acontecimento é como que é uma facada nas costas", lamentou o músico, relembrando os momentos difíceis com que passou Mamborró.

Segundo uma fonte familiar, contactada pela Angop, o cantor faleceu aos 42 anos de idade, depois de ter estado internado, durante 20 dias, numa das unidades hospitalares por problema de diabetes.

Mamborró iniciou no projecto "Piô Piô", da Rádio Nacional de Angola (RNA), que serviu de trampolim para vários artistas de sucesso no músic hall infantil angolano como Maya Cool, Yuri da Cunha, Ângelo Boss, As Gingas, Zito Silva, Ângelo Ramos, Alberto Matos e Lopes Cortez.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também