Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

01 Abril de 2012 | 18h21 - Actualizado em 01 Abril de 2012 | 18h20

Festival gospel encerra jornada Março Mulher

Malanje

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Malanje - Um festival coral gospel, em que o coro da Igreja Metodista Episcopal Africana Sião saiu vencedor com 99,5 pontos, marcou sábado o encerramento das jornadas Março Mulher na província de Malanje.

Organizado pela Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, o evento contou com a participação de 8 coros de diferentes igrejas, sedeadas na província, tendo ocupado o segundo e terceiro lugares, os grupos da Sé Catedral da Igreja Católica e da Igreja Metodista Unida, com 98,5 e 91,5 pontos, respectivamente.

Segundo o presidente do corpo de jurado, padre Mateus Muhongo, o festival é dedicado à mulher angolana, em particular a de Malanje, em prol das comemorações do Março Mulher.

Explicou, por outro lado, que o júri teve em conta certos requisitos como louvor com duração de 7 minutos, harmonia de vozes, boa letra, gesto ou dança que combinam com o louvor, entre outros aspectos que muitos dos coristas não apresentaram.

“A disputa foi titânica e não foi fácil encontrar os três vencedores”, frisou, acrescentando que foram também tidos em conta os resgates das línguas nacionais apresentadas nas entoações dos hinos, como um factor de identidade cultural.

Na ocasião, o governador provincial, Boaventura Cardoso, felicitou a Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher por ter organizado tão importante evento, pois, como disse, a iniciativa revela uma expressão musical que tem tradições no seio da sociedade angolana e de Malanje, em particular.

Boaventura Cardoso defendeu a necessidade de se revitalizar a música gospel, por se tratar de um estilo que combina com a manifestação cultural angolana, tendo frisado que festivais do género devem ser realizados frequentemente.

“É necessário distinguir o cântico coral do litúrgico e do gospel. O coral é aquele que constitui tradição entre os angolanos, que são exibidos em vários momentos da vida, enquanto africanos", explicou.

Participaram no concurso os coros das igrejas Católica da Sé Cátedral e do Sagrado Coração de Jesus, Evangélica dos Irmãos em Angola, Missão Apostólica dos Crentes em Angola, Evangélica Pentecostal de Angola, Cheia da Palavra de Deus, bem como as metodistas Unida e Episcopal Africana Sião.

Assistiram ao festival a vice-governadora de Malanje para esfera social e política, Alice Van-Dúnem, membros do governo, entidades religiosas e convidados.

Assuntos Província » Malanje  

Leia também