Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

07 Junho de 2012 | 18h31 - Actualizado em 07 Junho de 2012 | 18h31

Futuros docentes da Escola Agroalimentar realizam estágio de especialização em França

Malanje

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


Luanda - Sete futuros docentes da Escola Superior de Tecnologia Agroalimentar de Malanje (Estam), que actualmente se encontram em formação de mestrado, fazem um estágio de especialização em França, na Montpellier Supagro, escola de renome no sector agroalimentar.

A ida dos estudantes à França decorre no âmbito do projecto Angosup, implementado pela cooperação francesa em Angola em parceria com o Ministério do Ensino Superior, da Ciência e da Tecnologia.

Segundo Júlia Genève, coordenadora adjunta do projecto Angosup, que avançou a informação hoje à Angop, em Luanda, a estadia tem duração de duas semanas, sendo que os técnicos estão a ser dotados no manejo dos equipamentos pilotos agroalimentares e utilização do material e dos métodos de laboratório de análise dos alimentos.

“O programa inclui ainda visitas a diversas empresas com o fim de que os formadores tenham uma visão global do sector e preparar-se melhor para ensinar aos futuros estudantes à carreira de técnicos superiores agroalimentares”, disse.

Com efeito, de acordo com a fonte, o programa da Estam permite trazer conhecimentos sobre a gama de produtos, as suas propriedades, as suas qualidades nutritivas, as tecnologias de transformação e de conservação, assim como as regras de higiene e de segurança.

“O titulares deste diploma serão especialistas na organização de produção – de fabricação ao acondicionamento – capazes de gerir uma oficina, de planificar a sua produção e de repartir as tarefas no seio de uma equipa, de controlar os equipamentos e a qualidade nas diferentes fases de fabricação”, reforçou.


O projecto Angosup visa contribuir para o desenvolvimento e a estruturação das formações tecnológicas no sector do ensino superior público em Angola. A componente dois deste projecto é principalmente orientada para o apoio à concepção da Escola Superior de Tecnologia Agroalimentar de Malange (Estam).

A Estam abrirá as suas portas para os primeiros estudantes em Março 2013.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 01/05/2014 21:32:54

    Pinda Simão quer melhor organização da comunidade estudantil

    Luanda - O ministro da Educação, Pinda Simão, apelou, hoje, em Luanda, aos novos membros da Associação de Estudantes de Luanda, a trabalharem, para que possam melhorar a organização da comunidade estudantil da capital, no desenvolvimento do sistema educativo, das escolas, da comunidade e das famílias.

  • 24/04/2014 19:49:58

    Docentes de Malanje e do Huambo trocam experiências no domínio do ensino

    Malanje - Trinta estudantes e docentes da escola de professores do futuro, afectos a ONg Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP) no Huambo, terminaram nesta quarta-feira, em Malanje, um ciclo de troca de experiências com esta província, no domínio da docência.

  • 13/04/2014 07:23:47

    Cuando Cubango: Criação da VIII região académica satisfaz jovens

    Menongue, - Os jovens da cidade de Menongue mostraram-se, nesta sexta-feira, nessa cidade, capital da província do Cuando Cubango, satisfeitos pela aprovação, esta semana, da criação da VIII região académica pela Comissão para a Política Social do Conselho de Ministros.

  • 03/01/2014 22:46:20

    Angola: Cidade do Kilamba ganha instituições de ensino superior esse ano

    Luanda - Três infraestruturas para o ensino superior, onde vão funcionar os Institutos Superior de Ciências de Educação ( ISCED ) e de Educação Física e Desportos, vão entrar em funcionamento, no ano lectivo 2014, na cidade do Kilamba, em Luanda, anunciou hoje, sexta-feira, o seu presidente, Joaquim Israel Marques.