Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

02 Maio de 2012 | 18h40 - Atualizado em 02 Maio de 2012 | 18h40

Presidente da Comissão administrativa inaugura escolas no Kilamba Kiaxi

Inauguração

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda – O presidente da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, José Tavares Ferreira, inaugurou hoje, no distrito do Kilamba Kiaxi, três estabelecimentos do ensino primário e do II ciclo.

A escola 6012, bairro Neves Bendinha, foi construída de raiz, depois de ser demolida a anterior, por encontrar-se em estado de degradação.

Tem 12 salas de aulas, laboratório, sala de informática, biblioteca, campo multiuso e servirá os alunos do ensino primário.

A escola 6020, ex-Angola e Cuba, no bairro Havemos de Voltar, também foi construída de raiz, em substituição da anterior que apresentava fissuras. Tem 12 salas biblioteca e campo multiuso, devendo albergar mil e 80 novos alunos do segundo ciclo.

Foi igualmente inaugurada no bairro Havemos de Voltar a escola 6063, com 14 salas de aulas, que vai servir mil e 260 alunos com necessidade de atenção especial.

Tem também duas salas de informática, com 41 computadores cada, biblioteca e campo multiuso.

Entretanto, o vice-presidente da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, Agostinho da Silva, revelou que na província de Luanda todas as escolas vão beneficiar do projecto de massificação dos alunos ao acesso ao computador e Internet.

Falando à margem da inauguração das escolas, anunciou que até ao final do ano em curso várias escolas sobre sua jurisdição serão melhoradas.

“A nível das infra-estruturas, podemos dizer que houve melhorias em termos de construção. Houve uma introdução no domínio da informática e das novas tecnologias de informação”, concluiu.