Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

03 Abril de 2010 | 22h29 - Atualizado em 03 Abril de 2010 | 22h12

Criados três centros de formação profissional em Luanda

Aposta

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - Três centros vocacionados a formação de jovens desemparados foram construídos em Luanda, durante o ano 2009, pela associação angolana dos profissionais de artes e ofícios "ASSOMICRO", no âmbito do Programa de auto-emprego, anunciou hoje (sábado) o seu presidente Carlos Jacinto da Gama.

Em declarações à Angop, referiu que os empreendimentos foram erguidos nos municípios de Cacuaco e da Maianga, este último
com dois, e contaram com o apoio financeiro do Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (MAPESS).

O responsável disse que foram criados até ao momento 500 micro-empresas dedicadas a serralharia, mecânica, construção civil e corte e costura.

Essas micro-empresas, acrescentou Carlos Jacinto da Gama, permitiram o enquadramento de 300 jovens, num projecto comunitário que conta com o apoio do Governo da Província de Luanda (GPL).

Segundo o responsável, a associação pretende criar este ano mais 500 postos de trabalho, para o enquadramento dos jovens que terminam os cursos de formação profissional e que procuram o seu primeiro emprego.

A ASSOMICRO", criada em 2006, no âmbito do Programa de Fomento de Auto-Emprego, preconizado pelo governo de Angola, tem por objectivo a promoção social e o desenvolvimento.

Sendo uma instituição de âmbito nacional, está representada nas províncias do Bengo, Uíge, Kwanza Norte, Kwanza Sul, Malange,
Bié e Benguela.


     

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 23/08/2013 03:04:20

    Mediateca reforça actividade das bibliotecas no país

    A afirmação é da directora do Instituto Nacional de Formação de Quadros, Luísa Grilo, que falava à Angop sobre a importância das bibliotecas. “Se tem dito que a livraria é um lugar gelado, com a presença apenas da pessoa e do livro, enquanto a mediateca tem outra dinâmica, pode-se ver vídeos, ...

  • 23/08/2013 02:03:55

    Bibliotecas servem de meios de auxílio a actividade lectiva

    Falando à Angop sobre a importância das bibliotecas no processo de ensino, a responsável explicou que a pesquisa e a experimentação servem de busca de conhecimentos e fonte de inspiração para docentes e discentes. De acordo com Luísa Grilo, para os professores, ajuda a encontrarem experiências ...

  • 21/08/2013 21:51:11

    Defendida necessidade de instalação de laboratórios e bibliotecas

    Os participantes recomendaram criação de um centro de formação de pesquisa e tecnologias em Angola, no âmbito do projecto SMASSE, bem como a construção e revitalização dos centros provinciais de formação. Igualmente, recomendaram a necessidade da elaboração de manuais de metodologia ASEI/PDSI ...

  • 21/08/2013 16:45:52

    Mais 500 finalistas da Universidade Privada de Angola recebem diplomas

    Na lista constam estudantes dos cursos de Arquitectura, Engenharia Civil, Engenharia de Informática de Gestão e de Sistemas Informáticos, na área de ciências exactas, Comunicação Social, Gestão e Contabilidade e Auditoria e de Empresas, Relações Internacionais, Turismo e Gestão Hoteleira. ...