Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

24 Abril de 2009 | 14h56 - Atualizado em 24 Abril de 2009 | 15h19

Inscrições para bolsas internas começam dia 4 de Maio

Bolsa

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Director-geral do Instituto Nacional de Bolsas de Estudo, Jesus Baptista

Foto: Angop

Luanda - As inscrições para candidatos às bolsas internas do ensino superior, no ano 2009, decorrerão nas 18 províncias do país, no período de 04 a 15 de Maio próximo, informou hoje, sexta-feira, à Angop, em Luanda, o director-geral do Instituto Nacional de Bolsas de Estudo (INABE), Jesus Baptista.

Jesus Baptista, que falava em exclusivo à Angop, frisou que, ao abrigo do decreto nº2/08 de 28 de Fevereiro, que institui a "bolsa de estado interna", e no âmbito da Política de Acção Social no Ensino Superior, estão disponíveis para este ano académico três mil vagas para os diversos ramos do saber.

Assim, acrescentou, o total de vagas (3.000) estão repartidas em 25 por cento para a area de ciências, igual percentual para engenharias e 20 para os cursos das tecnologias.

Os candidatos aos cursos de letras, ciências sociais e humanas têm disponíveis dez, 15 e cinco por cento, respectivamente, do global de ingressos definidos para 2009.

De acordo com o director-geral do INABE, apesar das vagas estarem distribuídas por províncias, os candidatos devem ter o domínio do Regulamento do Processo de Bolsa Interna, previsto no decreto nº 2/08, já que, o mesmo estabelece os 25 anos como idade limite para candidatar-se a qualquer curso.

A única ate prioridade, indicou, recai para os filhos de antigos combatentes, órfãos de antigos combatentes, deficientes de guerra ou seus descendentes, os quais, por imperativos legais, terão as suas candidaturas tratadas de forma especial, ou seja, sem idade limite.

Para impulsionar a preparação deste processo, segundo o director do INABE, equipas conjuntas da Secretaria de Estado do Ensino Superior e do Instituto Nacional de Bolsas de Estudo, vão dar início, no próximo dia 27, segunda-feira, a um ciclo de visitas a todas as províncias, com vista ao esclarecimento do regulamento de bolsas.

O quadro de distribuição de quotas, reserva 540 vagas dos diversos cursos para província de Luanda, seguida de Benguela, Huíla e Malanje, com 240 lugares cada, Bié, Cabinda, Cunene, Kuando Kubango e Zaire, com 180 bolsas cada.

Huambo, com 150 bolsas internas, Bengo e Moxico, com 120 cada uma, enquanto as províncias do Kwanza Norte e Kwanza Sul,  Uíge, vão beneficiar de 90 bolsas cada,  Namíbe,  Lunda Norte e Lunda Sul, com 60 candidatos cada.

O regulamento anexo ao decreto nº 2/08, considera que para efeitos de candidaturas, abrangem todos os estudantes do ensino superior (desde o primeiro até ao último ano de qualquer faculdade), economicamente carentes, com idade limite os 25 anos.

No ano académico 2008, o Governo central, através do INABE deu início ao processo de concessão de bolsas de estudo internas para o ensino superior, tendo sido beneficiados os primeiros três mil bolseiros.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 21/08/2013 21:51:11

    Defendida necessidade de instalação de laboratórios e bibliotecas

    Os participantes recomendaram criação de um centro de formação de pesquisa e tecnologias em Angola, no âmbito do projecto SMASSE, bem como a construção e revitalização dos centros provinciais de formação. Igualmente, recomendaram a necessidade da elaboração de manuais de metodologia ASEI/PDSI ...

  • 21/08/2013 16:45:52

    Mais 500 finalistas da Universidade Privada de Angola recebem diplomas

    Na lista constam estudantes dos cursos de Arquitectura, Engenharia Civil, Engenharia de Informática de Gestão e de Sistemas Informáticos, na área de ciências exactas, Comunicação Social, Gestão e Contabilidade e Auditoria e de Empresas, Relações Internacionais, Turismo e Gestão Hoteleira. ...

  • 20/08/2013 19:25:03

    Professora universitária enaltece contributo da comunicação na resolução de vários problemas

    Em declarações à imprensa, à margem da palestra com o tema “Censo Comum e as Ciências Sociais” realizada na Faculdade de Ciências Sociais, salientou que a comunicação é um factor preponderante, pois cria um clima de debate que resulta na formação de opiniões válidas para a construção de ...

  • 20/08/2013 19:22:40

    Académico considera esfera pública indispensável no crescimento das sociedades

    Segundo o académico, que falava numa palestra na qual foi convidado para dissertar o tema “Censo comum e as ciências sociais” na Faculdade de Ciências Sociais, salientou que para haver um consentimento de democracia em África é preciso haver debates entre os cidadãos. O professor defendeu ...