Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

10 Maio de 2004 | 12h06

Benguela: Docentes do ISCED frequentam cursos de mestrado

Benguela

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela, 10/05 - Vinte docentes do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) de Benguela iniciaram recentemente cursos de mestrado, no âmbito do programa de modernização das unidades orgânicas daUniversidade Agostinho Neto.

A informação foi hoje avançada pelo decano do ISCED/Benguela, Domingos Kalelessa, explicando que o referido programa, que constitui uma inovação no presente ano Lectivo (2004/05), prevê ainda a capacitação de estudantes finalistas e a realização de actividades científicas, visando o desenvolvimento sustentável do país.

Conforme disse, tal inovação permitirá o aumento de quadros especializados, na província, que poderão identificar e solucionar problemas nos vários domínios produtivo e social.

Ainda inserido no mesmo programa, adiantou a fonte, serão realizados dois seminários para professores universitários e alunos finalistas a desenvolver teses de licenciaturas, na perspectiva da sua maior valorização.

Reconheceu, por outro lado, o esforço do Governo angolano no alargamento do Centro Universitário de Benguela, no âmbito do amplo programa de desenvolvimento do ensino superior na província (Prodesb), cujas obras terminam em Julho próximo, com vista a atender as necessidades.

Apontou, a título de exemplo, que no ano lectivo 2002/03 estiveram inscritos no ISCED 300 candidatos para ocupar 90 vagas, no ano a seguir mil e 600 para 200, tendo se registado um aumentado no presente ano lectivo, de duas mil e 600 candidaturas para 370 vagas.

O Prodesb, cuja principal linha de força baseia-se na cooperação existente entre os governos de Angola e Portugal, através do protocolo de cooperação entre as Universidades Técnica de Lisboa e Agostinho Neto, prevê ainda a criação de uma universidade pública com os cursos de direito, engenharia informática, educação especial, bem como o de língua portuguesa.

Fundado em 1993, O ISCED de Benguela lecciona os cursos de psicologia, pedagogia, história, geografia e matemática.

A primeira revisão dos programas curriculares dos referidos cursos foi efectuada em 1997/98, com a inclusão do curso de linguística francesa. Frequentam actualmente os cursos do ISCED cerca de mil e 800 estudantes.