Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

08 Outubro de 2008 | 12h33 - Atualizado em 09 Outubro de 2008 | 08h07

Sub-sector de rochas ornamentais factura mais de USD 29 milhões

Huíla

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lubango – A indústria de exploração de rochas ornamentais na província da Huíla facturou nos últimos três anos 29 milhões 349 mil e 759 dólares norte-americanos, soube quarta-feira a Angop na cidade de Lubango.

No período em referência, de acordo com um relatório síntese da evolução de indicadores 2004/2007 do sector a que a Angop teve hoje acesso, foram exportados 135 mil e 412 metros cúbicos de granito negro.


Segundo o documento, 11 mil e 55 metros cúbicos de rochas foram extraídas em 2004, em 2005 atingiu-se a cifra de 43 mil e 408 m3, já em 2006 foram 15 mil e 899 m3, mas em 2007 a produção atingiu 46 mil e 449 m3, facto que permitiu arrecadar, neste último ano, 10 milhões de dólares norte-americanos.


Actualmente nove empresas operam no sub-sector das rochas ornamentais, explorando as minas de granito e mármore do tipo negro, rosa e cinza, localizadas nos municípios da Chibia, Quipungo e Gambos.


O mercado de exportação das rochas ornamentais da Huíla tem sido a Europa, sobretudo Espanha, Portugal e Itália.


A exploração de rochas ornamentais na Huíla iniciou em 1994 com a empresa Metarocha, tendo até agora exportado mais de dois milhões de metros cúbicos.

Assuntos Província » Huíla  

Leia também
  • 23/08/2013 13:38:06

    Governador sugere medidas para prevenir roubo de gado

    Ao falar aos membros do Conselho Consultivo da Delegação provincial do Ministério do Interior e do Comando Provincial da Polícia Nacional, o governador manifestou a necessidade de haver maior rigor no controlo da migração do gado, como forma de desencorajar o roubo de animais nas comunidades. ...

  • 19/08/2013 13:06:13

    Repartição fiscal da Matala arrecada mais de 69 milhões de kwanzas

    Matala - Pelo menos 69 milhões, 391 mil e 370 kwanzas foram arrecadados pela Repartição Fiscal do Município da Matala, província da Huíla, durante o primeiro semestre deste ano, contra 64 milhões, 780 mil e 201 kwanzas do igual período de 2012. Ao avançar hoje a informação à Angop, o chefe da ...

  • 19/08/2013 12:52:06

    Uso da terra deve ser para bem-estar da população

    Chicomba - O uso da terra deve ser feito de forma racional para promover o bem-estar da população e o desenvolvimento socio-económico, considerou hoje o chefe da Repartição Municipal da Agricultura de Chicomba, província da Huíla, João Katchissapa. Falando na abertura do seminário sobre Estudo, ...

  • 17/08/2013 19:48:13

    Fundo de Crédito emite mais de 50 garantias

    Lubango – O Fundo de Garantia de Crédito existente desde Maio de 2012 emitiu já 57 garantias desde Dezembro do ano transacto a base do programa “Angola Investe”, sendo que 10 foram cedidas a empresários da província da Huíla, informou hoje, no Lubango, o seu administrador, Silvano Araújo. Em ...