Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

23 Agosto de 2012 | 16h44 - Actualizado em 23 Agosto de 2012 | 21h34

Barragem do Gove constitui base do desenvolvimento agro-industrial

Huambo

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Interior da barragem hidroeléctrica do Gove

Foto: Angop


Huambo – A barragem hidroeléctrica do Gove constitui uma alavanca fundamental para o desenvolvimento da  agro-indústria da região do planalto central de Angola, consideraram hoje, nesta localidade, os funcionários deste empreendimento no sector com o mesmo nome, adstrito ao município da Caála, província do Huambo.


Em declarações à Angop, os funcionários sublinharam que a entrada em funcionamento do empreendimento, para além de impulsionar o desenvolvimento da indústria local, constitui a base para a resolução de muitos problemas da juventude, com realce para criação de novos empregos.


Para o director do centro de produção da barragem,  Lourenço Francisco Mateus, a inauguração da infra-estrutura para além de eliminar os apagões nas cidades da Caála, Huambo e Kuito (Bié), vai contribuir para o desenvolvimento e ressurgimento do parque industrial desta região planáltica do país.


Realçou que com a produção regular de energia eléctrica a vida das famílias estará mais estabilizada.


Aldina João, funcionária, sublinhou que o empeendimento vêm para dignificar o crescimento harmonioso e sustentável em curso no país depois de vários anos de conflito armando e de destruição.


“Estamos numa fase de reconstrução e construção, por isso, prometo tudo fazer para contribuir na manutenção deste grande empreendimento que constitui a base para a resolução de muitos problemas da juventude local”, disse.


A entrada em funcionamento da central do Gove gerou 200 novos postos de emprego aos jovens da província do Huambo. A barragem possui três turbinas com capacidade de produzir 60 megawatts de energia e vai  beneficiar mais 30 mil consumidores.


Localizada a 119 quilómetros da cidade capital da província, a barragem vai  produzir energia eléctrica para as cidades da Caála, Huambo e do Kuito, (província do Bié).


As obras de construção do Gove iniciaram em 1969, e foram interrompidas em 1975, devido ao conflito armado. Em 1983 foram retomados os trabalhos mas, em 1986 foram novamente interrompidos devido à guerra civil.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 21/01/2015 18:52:53

    Huambo: Famílias aconselhadas a terem o hábito de fazer poupanças

    Huambo, 21/01 - As famílias angolanas foram aconselhadas hoje, quarta-feira, na cidade do Huambo, a criarem o hábito de fazer poupanças dos seus recursos, gastando unicamente o necessário, para melhor enfrentarem a crise financeira e económica que se antevê no país, em consequência do abaixamento do preço do petróleo no mercado internacional.

  • 21/01/2015 18:52:49

    Huambo: INADEC incinera produtos alimentares impróprios para o consumo humano

    Huambo, 21/01 - Diversas quantidades de produtos alimentares impróprios para o consumo humano, devido ao mau estado de conservação dos mesmos e caducidade do prazo de validade, foram incinerados terça-feira, na província do Huambo, pelo Instituto Nacional de Defesa dos Consumidores (INADEC).

  • 21/01/2015 17:43:08

    Huambo: Famílias devem ter hábito de fazer poupança

    Huambo - As famílias angolanas devem criar hábito de fazer poupança, gastando unicamente o necessário, para melhor enfrentarem a crise económica provocada pelo choque petrolífero que se regista no mercado internacional, aconselhou hoje, quarta-feira, na cidade do Huambo, o economista Jeremias Piedade Chissanga.

  • 21/01/2015 15:42:40

    Huambo: Gestores públicos aperfeiçoam conhecimentos sobre regras de execução orçamental

    Huambo - Os gestores das várias instituições públicas da província do Huambo participaram hoje, quarta-feira, num seminário onde aprimoraram conhecimentos sobre as regras de execução orçamental e finanças do Orçamento Geral do Estado (OGE) para este ano.