Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

16 Fevereiro de 2012 | 08h16 - Actualizado em 16 Fevereiro de 2012 | 08h18

Angola vive estabilidade e lança bases para o crescimento económico

Vietname

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


Hanói (Do enviado especial) – Angola, desde o alcance da paz em 2002, vive numa situação de estabilidade política, que permite ao governo lançar as bases para a reconstrução das principais infra-estruturas destruídas durante a guerra, tendo entrado num processo de recuperação e crescimento, afirmou hoje, quinta-feira, em Hanói (Vietname), o Vice-presidente da República.


Fernando da Piedade Dias dos Santos discursava na cerimónia de abertura do fórum empresarial Angola-Vietname, sob o lema “uma nova parceria para o desenvolvimento”, e que visa promover oportunidades de negócios nos dois países e criar parcerias sustentáveis.

Afirmou que o Executivo angolano definiu como áreas prioritárias, no quadro da diversificação da economia, a agricultura, onde se destacam a produção de cereais, pecuária, a agro-indústria, a indústria transformadora e o restabelecimento da rede de logística e de distribuição.


Adiantou que a estratégia inclui também a promoção do comércio rural, permitindo deste modo o aumento da produção e o escoamento dos produtos. 


De acordo com o Vice-presidente, apesar da crise económica e financeira mundial, a economia angolana continua a dar sinais claros de recuperação e oferece um ambiente favorável para o investimento privado.


Informou que a nível da política macroeconómica foram adoptadas medidas específicas que permitiram que a economia angolana crescesse em 2011 3.4%, prevendo-se para 2012 um crescimento na ordem de 9 %.


Deu ainda a conhecer que no âmbito da promoção do investimento privado, o Governo angolano aprovou recentemente instrumentos legais com vista a garantir maior protecção e incentivos ao investimento privado nacional e estrangeiro.


Disse esperar que no decurso do fórum se contemplem propostas e soluções para a participação activas de empresas angolanos e vietnamitas em projectos de diversificação da economia através do estabelecimento de parceria que permitam a transferência de conhecimento e de práticas modernas de gestão.

Assuntos Angola  

Leia também