Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

24 Setembro de 2011 | 21h15 - Atualizado em 27 Setembro de 2011 | 11h45

Exploração de bauxite depende da localização de reservas úteis

Fima

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Exploração depende de reservas economica e comercialmente viáveis

Foto: ANGOP

Luanda - A   exploração de  bauxite em Angola  vai depender  da localização  das reservas  que  forem  consideradas economicamente   úteis,   afirmou hoje,  sabado,  em Luanda,  o presidente do  conselho  de administração da sociedade  mineira  e investimento “Bauxite Angola”,  Bernardo Campos.


 
Falando à Angop, no âmbito da  palestra  sobre “ A Importância  da Bauxite  e Alumínio  para  o Desenvolvimento  Sustentável” na Feira  Internacional  de Minas e no desenvolvimento do sector mineiro no país,  Bernardo Campos,  referiu que  a campanha de  prospecção  já  decorre  em quatro  áreas de concepções.


 
Estas  áreas,  de acordo com a fonte, estão localizadas   na região de Calulu, Catanda,  ambas na província do Kwanza Sul,  Tomboco (Zaire)  e  Quitexe (Uíge).


 
“Iniciámos com  os  trabalhos de prospecção das áreas onde há  indícios de  bauxite e começamos também com as  analises laboratoriais  do material recolhido”,  disse o  responsável.


 
Acrescentou que,  à  medida que  forem  evoluindo, ali sim, poderão se fazer a prospecção das áreas mineralizadas e  mapeamento  daquelas  que apresentarem um  potencial para a  exploração, e desta feita, só nesta altura, irão   estimar  datas,   para  o  eventual arranque da exploração deste mineral.


 
“ Tudo vai depender da velocidade  com que formos trabalhando, dos resultados que  formos  obtendo, visto que a prospecção é  uma área  muito complexa e  leva  muito tempo também”,  lembrou  o PCA Bernardo Campos.


 
 
Mesmo assim,  disse que a probabilidade  de  existência de  bauxite nas quatro  regiões  referidas  são muito  grandes,   tendo em conta as condições  e natureza,  com semelhanças  com  as  do Brasil, em termos de  clima e latitude.


 
Estudos  mais adequados para  cada  região,  são entre outros detalhes  que estão a ser  tidos  em conta.


 
“Ainda  não podemos falar de  jazigos  tecnicamente, mas  os  indícios e localização  geográfica das nossas  áreas  demonstram a existência  deste mineral”, afirmou.   


 
Além de Angola,   a Bauxite  Angola  tem concepções na nas guinés  Bissau e Conacry , onde já existem reservas provadas, no quadro dos  estudos feitos nos anos  de 1970, '80 e  '90, com base dos trabalhos  conjuntos feitos por  especialistas portugueses e  russos. 


 
Existem estudos de viabilidade  nestas áreas e  já se pode  falar de  ritmos de exploração, assim como dos seus  teores,  considerados de muitos altos, de acordo com Bernardo  Campos.

A  exploração nessas áreas   poderá acontecer  dentro dos próximos três anos, tão logo  forem criadas as infra-estruturas  como, porto e caminho-de-ferro.
 

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 23/08/2013 06:20:50

    Governante constata obras de impacto social

    Em declarações à Imprensa, a governante manifestou sua satisfação pelo estado avançado em que se encontram as referidas obras, tendo adiantado que, em finais de Setembro do ano em curso, a circunscrição vai beneficiar destes projectos sociais importantes para melhoria das condições de vida dos ...

  • 22/08/2013 17:37:33

    Assomicro forma membros para fomento do primeiro emprego

    Em declarações hoje à Angop, o presidente da referida associação, Carlos da Gama, disse que os promotores de micro e pequenas empresas estão a ser formados em matérias sobre como abrir uma empresa e a sua gestão. Salientou que a juventude tem sido a grande afectada pela falta de oportunidade ou ...

  • 20/08/2013 20:50:49

    Ministro da Geologia e Minas recebe investidores do Koweit

    Segundo uma nota de imprensa do ministério chegado hoje à Angop, o grupo, que prevê cumprir um vasto calendário trabalho, manifestou o interesse em financiar vários projectos de desenvolvimento. Deste modo, o AIDCO vai manter encontros com o vice- presidente da República, Manuel ...

  • 20/08/2013 12:01:07

    Crescimento económico garante mais investimento directo ao país

    Em declarações à Angop, sobre o Investimento Estrangeiro Directo em Angola, Manuel Lourenço afirmou ser necessário que o país mantenha a posta na concessão de incentivos fiscais e na criação de infra-estruturas. Esse tipo de investimento, prosseguiu, é fundamental porque os recursos entram no ...