Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

03 Dezembro de 2011 | 03h35 - Atualizado em 03 Dezembro de 2011 | 06h53

Prémios Sirius distingue melhores empresas do ano

Reconhecimento

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O Banco de Fomento de Angola (BFA), a Sociedade Mineira de Catoca e a Empresa Nacional de Seguros (ENSA) foram vencedores da primeira edição dos Prémios Sirius realizada sexta-feira, em Luanda, soube a Angop.

Assim, na categoria de empresa do ano (no sector financeiro) foi vencedor o BFA, tendo para esta concorrido também o Banco Angolano de Investimentos (BAI), Banco BIC, Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), Banco de Poupança e Crédito (BPC), Banco Privado Atlântico (BPA) e o Banco SOL.

Na categoria empresa do ano (sector não financeiro), a contemplada foi a Sociedade Mineira de Catoca, tendo para o efeito vencido a Bongani Investments & Consultants, a Companhia União de Cervejas de Angola (Cuca), os grupos António Mosquito, Bartolomeu Dias, Ducard, Gema, Maboque, a Mecofarma, Movicel Telecomunicações, Sonangol E.P e a Unitel.

Para o prémio de “Melhor programa de responsabilidade social” foi vencedora a Ensa, para o qual concorreram também os bancos BAI, BFA, BPA, bem como a Cabinda Gulf Oil Company, a Empresa Nacional de Diamantes (Endiama), a Sociedade Mineira de Catoca e a Sonangol E.P.

O prémio de melhor “Gestor do ano” coube ao Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Manuel Vicente, lugar para o qual se candidataram Ganga Júnior (S.M Catoca), José Leitão (Grupo Gema), Manuel Gonçalves (Ensa), Rui Pinto (Clínica Sagrada Esperança), Rui Santos (Sistec) e Zandre

Campos (Movicel).

Para a distinção “Prémio Empreendedorismo” foi vencedor Luís Nunes da Sociedade Comercial Lizena, Socolil. Para esta categoria concorreram igualmente Adérito Areias (Grupo Adérito Areias), António Cristóvão (Ritek Investiments Group), António Soares (grupo Cabiri), Eugénio Neto (LS-Produções) e Manuel João Fonseca (Projecto Terras do Futuro).

Na ocasião foi também homenageado o Presidente da República , José Eduardo dos Santos, pelos feitos realizados em prol da paz e do desenvolvimento do país. O prémio foi entregue ao ministro da Economia, Abraão Gourgel em representação do Chefe de Estado.

Os prémios Sirius uma iniciativa da Delloitte visa essencialmente reconhecer o mérito das melhores práticas de gestão e actores de destaque no país, para que possam servir de exemplo no processo de melhorias e de desenvolvimento permanente que a economia angolana vive.

Os vencedores receberam uma estatueta.