Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

18 Fevereiro de 2011 | 10h37 - Actualizado em 18 Fevereiro de 2011 | 19h10

Governante anuncia criação de Instituto de Fomento Empresarial

Huíla

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro Economia, Abraão Gourgel

Foto: ANGOP

Lubango - O ministro Economia, Abraão Gourgel, anunciou quinta-feira, no município da Humpata, província da Huíla, a criação de um Instituto de Fomento Empresarial (IFE), visando promover o desenvolvimento privado em todos os sectores da economia nacional.

Ao abrir o I Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Geologia e Minas e da Indústria, o governante avançou tratar-se de uma instituição capaz de propor às autoridades competentes políticas e estratégias capazes de fomentar o empreendedorismo, administração de fundos públicos e dotações orçamentais.

Na sua óptica, o Ministério da Economia pode contribuir decisivamente para melhorar a competitividade nacional em função dos diferentes constrangimentos identificados, desenvolvendo programas específicos à dimensão das empresas.

Esta observação do ministro foi feita no contexto das iniciativas capazes de permitir aos grupos empresariais nacionais um crescimento e melhoria da competitividade, a nível internacional, bem como outras orientadas às pequenas e médias empresas.

De igual modo, acrescentou Abraão Gourgel, o ministério deverá contribuir para o fomento e acompanhamento das iniciativas transversais de cariz extra-ministerial, servindo de impulso à mudança, um conjunto de iniciativas cujo nome será Programa de Fomento do Empresariado Angolano.

O encontro, com encerramento marcado para hoje, decorre sob lema "Por uma economia diversificada, prestemos uma atenção especial ao sector empresarial privado angolano para o relançamento da actividade geológica-mineira e industrial".

O I Conselho Consultivo discute assuntos atinentes "Intervenção vertical entre as actividades agro-pecuárias e florestais, bem como industriais e minerais", "Mercado nacional, regional e internacional, entre outras iniciativas" e "Prevenção e avaliação do impacto ambiental".

De igual modo, estão em debate o "Programa energético nacional e integração neste de actividades minerais e industriais", "Infra-estruturas de transportes e actividades minerais e industriais", assim como será feita a apresentação do código mineiro nacional.

Deverão também ser discutidos os temas "Perspectivas e desafios do sector da geologia e minas e da indústria para o biénio 2011", "O papel das micro, pequenas e médias empresas no processo de desenvolvimento industrial" e "Importância e utilidade da propriedade intelectual para o desenvolvimento económico e social".

O "Plano nacional de geologia", "Papel da normalização no desenvolvimento económico de Angola", bem como "Orientações metodológicas entre as direcções nacionais executivas do ministério e suas direcções provinciais", constituem outros aspectos a abordar no encontro.  

Assuntos Província » Huíla  

Leia também