Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

21 Outubro de 2009 | 20h45 - Actualizado em 22 Outubro de 2009 | 02h10

INE prepara condições para senso populacional dentro de três anos

Estatística

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A directora do INE, Maria Ferreira Oliveira.

Foto: Angop

Luanda – O Instituto Nacional de Estatística (INE) está a trabalhar na criação de condições humanas e técnicas para a realização de um senso populacional dentro dos próximos três anos, disse esta quarta-feira, em Luanda, a directora da instituição Maria Ferreira Oliveira. 

Em declarações à imprensa, no final da segunda reunião do comité de coordenação do projecto “Apoio ao Desenvolvimento dos Sistemas Estatísticos dos PALOP II”, Maria Ferreira Oliveira referiu que com a aprovação recentemente pelo Governo, do programa global de recenseamento da população e habitação, o INE está em condições de trabalhar para o senso.

“Para a realização do senso populacional precisamos de tempo e organização interna. Estamos a preparar os recursos humanos e técnicos para o efeito. Acreditamos que dentro de dois a três anos estaremos em condições”, disse.

Relativamente à reunião do comité de coordenação do projecto de “Apoio ao Desenvolvimento dos Sistemas Estatísticos dos PALOP II”, realizado durante dois dias em Luanda, a directora do INE referiu que o encontro atingiu os seus objectivos e evidenciou a boa relação que existe entre Angola e os demais países na cooperação e desenvolvimento das estatísticas.

Apesar de uns países estarem melhores posicionados em relação a outros, Maria Ferreira Oliveira salientou que tem havido uma forte predisposição dos países em levar avante os projectos, quer indivíduos a nível dos países quer globais a circo dos PALOP.

A reunião, em que participam representantes dos institutos de estatísticas dos PALOP e da União Europeia, analisou as actividades desenvolvidas no período 2008/2009, o programa operacional técnico e financeiro e os orçamentos-programas geridos pelos institutos.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 30/01/2015 20:30:27

    Angola: Refriango vai fabricar garrafas plásticas

    Luanda - A empresa de produção , comercialização e distribuição de bebidas alcoólicas e não alcoólicas (Refriango) vai implementar este ano um projecto para o fabrico de pré-formas para a produção de garrafas plásticas .

  • 30/01/2015 20:28:49

    Angola: Ministra da Indústria constata funcionamento da Angolatas e Refriango

    Luanda - A ministra da Indústria, Bernarda Martins, visitou hoje, em Luanda, as empresas Angolatas e Refriango, com o objectivo de se inteirar do funcionamento das actividades dos industriais ligados a este subsector industrial.

  • 30/01/2015 20:01:26

    Angola: Produtos sem licença proibidos de entrar no país

    Luanda - Os produtos que continuarem a entrar em Angola sem primeiramente estarem licenciados, como medida disciplinar, poderão ser revertidos para os programas sociais existentes no país alertou hoje, em Luanda, a ministra do Comércio, Rosa Pacavira.

  • 30/01/2015 02:35:17

    Realizado encontro com empresas membro da AECIPA

    Luanda - Um encontro com as empresas membro da Associação das Empresas Contratadas da Indústria Petrolífera Angolana (AECIPA), que visou esclarecer questões relacionadas à emissão e renovação dos vários tipos de vistos, entre outras questões, foi realizado quinta-feira, em Luanda, em colaboração com os Serviços de Migração e Estrangeiros e o Ministério dos Petróleos.