Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

16 Setembro de 2009 | 16h12 - Actualizado em 16 Setembro de 2009 | 18h22

Qualidade do diamante angolano garante procura internacional

Mercado

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Qualidade dos diamantes nacionais têm contribuído para a sua permanência no mercado internacional

Foto: Angop

Luanda – A qualidade do diamante produzido em Angola, como por exemplo o jóia, tem garantido, relativamente, a procura internacional das pedras preciosas produzidas no país, disse nesta quarta-feira, em Luanda, o administrador da Endiama para a área do planeamento estrangeiro e investimento, Tiago Dias.

De acordo com o administrador da Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama), que falava à Angop, à margem do seminário sobre “As potencialidades diamantíferas de Angola”, a diversidade produtiva e a qualidade dos diamantes nacionais têm contribuído para a sua permanência no mercado internacional de vendas face ao actual contexto da crise económica e financeira mundial.

“Felizmente o diamante é um produto bastante pretendido e Angola tem a sorte de ter jazigos primários e secundários. Os jazigos secundários produzem o diamante jóia, que é bastante raro em vários países africanos, e nós temos sido muito solicitados na procura deste diamante”, disse o administrador, reiterando que o mercado mundial continua crítico para a indústria diamantífera.

Referiu, contudo, estar optimista que haja uma tendência positiva no mercado de vendas internacional com o aproximar da época natalícia, onde os consumidores de regiões como dos Estados Unidos, Japão e Europa central (entre outros pontos) poderão mostrar uma forte procura sazonal para aquisição de diamantes.

Disse que a crise económica e financeira afectou, grandemente, o mercado com a redução do poder de compra, estando, neste momento, o sector à procura de melhores políticas para fazer face à situação.

Relativamente ao mercado interno, no que diz respeito à exploração e desenvolvimento do sector, Tiago Dias disse haver uma forte aposta do Governo no sentido de trabalhar, cada vez mais, na capacitação de quadros e melhoria dos recursos tecnológicos.

A empresa diamantífera estima que Angola passe para terceiro maior produtor mundial em 2010, com cerca de 19 milhões de quilates/ano, face aos 10 milhões de 2007.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 26/01/2015 19:21:00

    Angola: Ministério do Comércio rubrica acordo de cooperação com FAO

    Luanda - O Ministério do Comércio e a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) rubricaram hoje (segunda-feira), em Luanda, um acordo de cooperação que vai viabilizar a assistência técnica e formação de camponeses, tendo em vista potenciar a agricultura familiar no país.

  • 26/01/2015 14:41:19

    Angola: Palestra debate preço do petróleo no mercado internacional

    Luanda - A Escola Nacional de Administração (ENAD) realiza a 03 de Fevereiro próximo, nas respectivas instalações em Luanda, uma palestra subordinada ao tema “O comportamento do preço do petróleo no mercado internacional, leituras e consequências”.

  • 22/01/2015 19:19:36

    Angola: BNA refuta informações sobre restrições de operações cambiais

    Luanda - O Banco Nacional de Angola (BNA) refutou hoje, quinta-feira, as informações veiculadas por alguns órgãos e redes sociais, segundo as quais terá orientado os bancos comerciais a aplicarem restrições na realização de operações cambiais e utilização de cartões de pagamento, como resultado da redução do preço do barril de petróleo no mercado internacional.

  • 22/01/2015 19:06:02

    Angola: Fortalecimento das micros empresas constitui meta do Ministério da Economia

    Luanda - O Ministério da Economia tem, dentre as suas metas, o fortalecimento e capitalização do empresariado nacional, em especial das micro, pequenas e médias empresas, informou o hoje, quinta-feira, em Luanda, o titular da pasta, Abraão Gourgel.