Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

14 Maio de 2011 | 22h40 - Actualizado em 14 Maio de 2011 | 23h17

Petro de Luanda joga a campeão e "atropela" 1º de Agosto

Basquetebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O Petro de Luanda demonstrou hoje que é o principal candidato a conquista do campeonato nacional de basquetebol sénior masculino, ao vencer, no pavilhão da Cidadela, o 1º de Agosto por 106-88, no encerramento da segunda volta da Final Four.

Os "militares" perderam o jogo na defesa e na ineficácia nos lances livres, tendo cometido 26 faltas contra apenas 16 do adversário. Tentaram 13 lances livres e converteram cinco, ao passo que os "tricolores" converteram 22 em 30 tentados.

Com esta vitória, os "petrolíferos" somam a sexta vitória consecutiva e, após duas voltas disputadas, continuam invictos com 12 pontos.

Motivados, organizados e pautando por um jogo colectivo, o conjunto orientado por Alberto Babo encontrou dificuldades em ultrapassar o seu adversário apenas na primeira parte, onde terminou com uma vantagem de seis pontos (47-41), depois de ter vencido o quarto inicial por 32-20.

No segundo tempo, o primeiro período foi disputado na mesma toada, com o Petro de Luanda a liderar, mas nunca por uma vantagem superior a seis pontos. No entanto, dois triplos seguidos de Paulo Santana fizeram a diferença colocando os "tricolores" em vantagem por 66-52.

Seguiu-se um domínio total do Petro de Luanda, com Carlos Morais, em grande, a marcar nove pontos seguidos, a dois minutos do fim do período,  os campeões nacionais perdiam já por 23 pontos de diferença (54-77), mas até ao final do mesmo conseguiram reduzir para 17 (62-79).

No último quarto, o 1º de Agosto "perdeu-se" e o adversário aproveitou para dar espectáculo, inclusive alinhar os jogadores pouco utilizados. Foi assim que os "petrolíferos" venceram por 106-88.

Com 27 pontos, Carlos Morais foi o melhor marcador, seguido pelo cabo-verdiano Mário Correia e o norte-americano Roderick Nealy com 25 e 20 pontos, respectivamente.


Com arbitragem de Carlos Júlio, António Bernardo e Iracelmo Pinto, as equipas alinharam da seguinte forma:


Petro de Luanda: Yuri Swingue (00), Braulio Morais (07), Roderick Nealy (20), Roberto Fortes (08), Paulo Barros (00), Paulo Santana
(16), Miguel Kiala (15), Hélder Gonçalves (00), Vlademir Pontes (02), Divaldo Mbunga (06), Idelfonso Kiteculo (05), Carlos Morais (27).

Técnico: Alberto Babo

1º de Agosto: Filipe Abraão (00), Armando Costa (04), Adilson Baza (05), Mário Correia (25), Kikas Gomes (16), Felizardo Ambrósio (09), Vlademir Ricardino (08), Hélder Ortet (00), Adolfo Quimbamba (05), Carlos Almeida (05), Miguel Lutonda (06), Karlton Mims (05).

Técnico: Luís Magalhães