Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

20 Maio de 2010 | 08h44 - Actualizado em 20 Maio de 2010 | 08h49

Desportivo redime-se e vence Promade na quarta jornada

Basquetebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lubango - O Desportivo da Huíla venceu quarta-feira a noite, no pavilhão da Senhora do Monte, o Promade de Cabinda por 85-79, em jogo do grupo B pontuável para a quarta jornada do campeonato nacional de basquetebol, qualificativo do quinto ao oitavo lugar.

Ao contrário da partida de terça-feira, para terceira jornada, desta foi o Promade que entrou demolidor, mostrando-se uma equipa mais experiente marcando em quase todas ocasiões que de dirigiu a tabela do adversário, que talvez pela vontade de se vingar da derrota anterior (85-88), errava passes, lançamentos e até na defesa.

A vontade de vencer da equipa visitante era clara e mais disciplinada levou o ritmo de jogo a seu bel-prazer, geriu uma diferença pontual de que oscilava entre os oito e dez pontos. Mas a equipa tornou-se muito faltosa e o Desportivo aproveitou com os lances livres e chegou aos seis pontos de diferença (26-32).

Neste jogo, a grande figura do jogo foi o árbitro Clésio Francisco (Luanda), que expulsou o treinador da equipa de casa, Emanuel Trovoada, alegadamente por protestar de forma incorrecta uma decisão sua. 

A partir daí o juiz perdeu-se completamente em campo, perdia as jogadas, mostrava-se indeciso na sinalização e acabou deixando os atletas também nervosos, obrigando o técnico José Carlos Guimarães a solicitar pela primeira vez desconto de tempo, para acalmar os atletas.

O antídoto surtiu efeito e as coisas voltaram ao normal, mas o apito de Clésio Francisco não soou durante mais de cinco minutos, deixando desamparado o seu coadjutor Adriano Manuel (Huíla).

O Promade deixou de fazer um bom jogo, mas geriu o resultado e foi ao intervalo a vencer por sete pontos (42-49).

O terceiro quarto começou com uma mudança de mentalidade por parte do Desportivo da Huíla, que entrou com força e passou pela primeira vez a frente do placar (52-51) e o ritmo de jogo acerou e marcador foi oscilando.

A equipa visitante perdeu-se em campo e os anfitriões aproveitaram, marcaram pontos, distanciaram o marcador e evitaram que o adversário marcasse, chegando pela primeira vez aos dez pontos de diferença (64-54).

Sem os seus influentes postes Ezequias e Aílton (por lesão), o Desportivo da Huíla viu-se e desejou-se em jogadas na posição "cinco", mas foi para o derradeiro quarto a vencer por 69-63.

Carlos Guimarães pediu concentração aos seus atletas e estes responderam, mas da mesma maneira actuou o Desportivo e a partida ganhou um outro ritmo, o Desportivo perdeu muitas bolas no ataque e o adversário reduziu para dois pontos (71-69).

O Desportivo ganhou ritmo, voltou a distanciar-se e Carlos Guimarães pediu desconto de tempo para arrumar o grupo. No retomar a equipa mostrou-se cansada, a altitude pesou e o nervosismo falou mais alto. Os pontos que se seguiram foram marcados na sua maioria por lances livres. 

O técnico-adjunto do Desportivo, Gaspar Neto, pediu que os atletas gerissem o tempo e estes cumpriram, e acabaram por vencer a partida por 85-79.

Desportivo da Huíla: Yuri Swingue (19), Manuel Restino (03), Adilson Santos (00), Edson Ndoniema (24), Silvio Nganga (01), Hilikilua Edson (10), Gaspar Bango (10), Momo Carlos (00), Waldemar Domingos (12) e Samuel Graça (05).

Treinador: Emanuel Trovoada

Promade de Cabinda: Escórolmo António (00), Luís João (07), Paulo Barros (13), Edgar Chocolate (00), Emanuel António (12), Longonda Rock (00), Rome Sambo (10), Maumba Ilunga (20), Ronaldo Barros (08), , Hélder Gonçalves (04), Paulo Papi (05) e Cardoso Casimiro (00).

Treinador: José Carlos Guimarães

Resultados parciais: (26-32); (42-49); (69-63) e (85-79).

Pavilhão: Senhora do Monte

Assuntos Província » Huíla  

Leia também
  • 21/01/2015 19:18:09

    Polidesportivo: Dirigente quer mais valorização do desperto comunitário

    Lubango - O dirigente desportivo Jaques da Conceição apelou hoje, quarta-feira, na cidade do Lubango, província da Huíla, a sociedade a valorizar mais o desporto comunitário, para que o desenvolvimento da sua prática seja implementado em todo território nacional.

  • 21/01/2015 19:09:25

    Técnico da Académica do Lobito enaltece empenho dos seus jogadores

    Lubango - O técnico da Académica do Lobito, Daniel Quinheto, disse terça-feira, na cidade do Lubango, que a conquista do campeonato nacional de futebol em sub-17 se deveu à dedicação e humildade demonstradas pelos seus jogadores durante a competição.

  • 21/01/2015 19:05:47

    Futebol: Dirigente da JGM do Huambo reafirma formação contínua de atletas

    Lubango - O director geral da equipa vice-campeã sub-17 de futebol, JGM do Huambo, Pedro João, defendeu esta terça-feira, no Lubango, província da Huíla, ser necessária a formação contínua de novos atletas, para que no futuro possam representar com dignidade a selecção nacional.

  • 20/01/2015 22:06:52

    Pedro Neto reconhece ilegalidades nas idades dos atletas

    Lubango - O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Pedro Neto, afirmou hoje, terça-feira, na cidade do Lubango, província da Huíla, existirem ainda clubes que utilizam jogadores com idades adulteradas, o que tem retirado alguma competitividade aos campeonatos de formação.