Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

24 Abril de 2009 | 23h31 - Actualizado em 24 Abril de 2009 | 23h31

Petro de Luanda perde vantagem

Basquetebol/Final Four

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - Ao perder esta noite, na segunda jornada da fase final do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol, frente ao Libolo por 67-88, o Petro de Luanda desperdiçou a vantagem de um ponto trazida na etapa anterior e foi alcançado pelo 1º de Agosto que venceu o ASA.

Os "Petrolíferos" estiveram irreconhecíveis frente a um adversário que nada tem a perder nesta fase. O Libolo tinha apontado o sexto lugar como meta e neste momento encontra-se entre as quatro melhores.

Os comandados de Raúl Duarte começaram o jogo a vencer, marcando os dois primeiros pontos, e conseguiram manter-se na frente até ao apito final. Dominaram o encontro e souberam gerir a vantagem de 24 pontos alcançada no terceiro quarto.

Luís Costa e o camaronês Joseph, ambos do Libolo, foram os melhores marcadores com 17 pontos cada e Frederick Gentry com 15 foi o que mais pontos marcou pelos “tricolores”.

Na primeira parte, o Libolo superiorizou-se particularmente nos lançamentos exteriores, convertendo cinco em 10, contra quatro em 14 do adversário, e nos ressaltos onde conquistou mais 10 que os "tricolores" (24).

Joseph e Reggie Moore, com 11 pontos cada, já davam nas vistas pela formação do Kwanza Sul enquanto nos "petrolíferos" o colectivo continuava apático. Deste modo, o Libolo foi para o intervalo com uma vantagem de 14 pontos (33-47).

No reatamento, quando se esperava por uma resposta do Petro de Luanda foi o Libolo que consolidou o seu domínio ampliando para 24 pontos a três minutos do final do terceiro quarto (63-39), naquela que foi a maior diferença pontual da partida.

Nos minutos seguintes foi só gerir a vantagem não permitindo que o adversário chegasse a menos de 20 pontos até o final do referido período (49-70).

Os “petrolíferos” conseguiram reduzir apenas a oito minutos do final do desafio para 18 pontos (56-74), mas os pupilos de Raul Duarte voltaram a “pisar no acelerador” e ampliaram para 21 pontos fixando o resultado em 67-88 a seu favor.

Com este resultado o Petro de Luanda perde a vantagem de um ponto que trazia da fase anterior e reparte a liderança da prova com o 1º de Agosto que hoje venceu o ASA por 111-96.

Resultados por períodos: 19-18, 33-47, 49-70, 67-88.


   
Petro de Luanda: Eduardo Mingas (04), Roberto Fortes (08), Carlos Morais (13), Fernando Albano (03), Frederick Gentry (15), Paulo Santana (03), Victor Muzadi (00), Francisco Horácio (02), Milton Barros (06), Heshimu Evans (06), Victor de Carvalho (06), Abdel Bouckar (01).

Treinador: Alberto de Carvalho "Ginguba"

Recreativo do Libolo: Domingos Bonifácio (08), Joaquim Xavier (02), Luís Costa (17), Sílvio Lopes (00), Gerson Monteiro (10), Joseph (17), José Carvalho (00), Adilson Câmara (06), Leonel Paulo (15), Abdel Gomes (00), Reggie Moore (13), Feliciano Camacho (00).

Treinador: Raúl Duarte