Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

10 Fevereiro de 2001 | 22h55

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 10/2 - Um quarto período espectacular do primeiro de agosto impediu hoje o Petro de Luanda de conquistar a supertaça Wlademiro Romero, uma homenagem ao falecido treinador que deu asmaiores glorias ao clube petrolífero.

Depois de ter conseguido vantagens parcelares no três primeiros quartos (19-18, 40-36, 59-55), o Petro atletico deixou-se ultrapassar no marcador nos últimos cinco minutos do encontro que terminou com vitória convincente do 1º de agosto, por 79-63.

Os cerca de nove mil espectadores que esgotaram a lotação dopavilhão gimnodesportivo da cidadela, em Luanda, assistiram a umapartida muito movimentada, embora com evidentes marcas de baixa deforma dos executante, pelo facto de ser o inicio de época.

O técnico do Petro de Luanda apresentou como principal novidade Rui Dinis como base principal, mantendo Cristóvão Swingue no banco e Carlos Almeida como segundo base. outra surpresa agradável foi Pedro Kialunda, que se apresentou acima do nível que vinha exibindo.

Estas novidades e mais os habituais Edmar victoriano "Baduna",Victor Carvalho e Mário Belarmino (o melhor marcador com 20 pontos) conseguiram até a escassos minutos do fim controlar as "estrelas" do rio seco.

Entretanto, a partida, que foi disputada já com as novas regras, que tornam nomeadamente o jogo mais rápido, transfigurou-se quando a formação militar, mercê de uma actuação muito positiva de Victor Muzadi e Afonso Silva, na luta de tabelas, e Miguel Lutonda e Walter Costa na condução dos ataques.

Assim, o primeiro de agosto tomou conta do jogo, recuperou os seis pontos de desvantagem, igualou a 61 pontos e passou adiante para não mais permitir a aproximação do adversário, que ficou nessa fase por mais de três minutos sem marcar qualquer ponto.

Para este triunfo, o técnico Mário Palma contou já com o concurso de poste Abdel Bouckar e é com menos protagonismo Manuel Martins Massunga, transferidos do Asa, ficando de fora o internacional Aníbal Moreira, ex-Petro de Luanda.

No final, Victorino Cunha, voltou a pedir calma aos adeptos do Petro de Luanda, e justificou a derrota com o melhor potencial do adversário nos ressaltos, uma área onde hoje Ivo Alfredo e Pedro Kialunda não resistiram as alternâncias entre Muzadi, Abdel, Celio e ainda Angelo e Afonso Silva.

Para o técnico vencedor, Mario Palma, o rendimento do seu conjuntonos três primeiros está justificado com a falta de tempo para adaptação, depois de um estagio em Portugal, num periodo em que o clima contrasta com o de Angola.

Contudo, referiu que na ponta final a equipa reagiu e conseguiu a serenidade necessaria para ultrapassar o oponente, mais motivado e mais entrosado, porem menos potente em termos de

Por se tratar de uma homenagem ao seu Marido, a viuva deWlademiro Romero, Tina Romero, fez a entrega do trofeu ao "capitão"do primeiro de agosto, Miguel Lutonda.

Entretanto, Tina Romero confessou que gostaria que a taça fosseganha pela equipa em que o seu marido, pelo facto de se tratar de umahomenagem aquele treinador, que contribuiu sobremaneira para a formação dos atletas de Angola.

A supertaça abriu assim hoje a época basquetebolistica, uma semanaantes da abertura do "nacional" senior masculino, onde o primeiro de agosto vai defender o titulo.