Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

22 Maio de 2012 | 19h17 - Actualizado em 24 Maio de 2012 | 10h08

Angola constitui uma das principais rotas de transição de aves migratórias

Ambiente

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Junto dos rios do interior as aves buscam também o que comer

Foto: Angop

Luanda - Angola, no quadro das suas características naturais, constitui uma das principais rotas de transição de aves migratórias entre a África Austral e o Norte do Continente Africano, afirmou hoje, terça-feira, em Luanda, a directora nacional da biodiversidade do Ministério do Ambiente, Paula Francisco

Falando à Angop, em alusão ao Dia Internacional das Aves Migratórias, assinalado a 8 de Maio, a responsável deu a conhecer que, com uma certa frequência, é possível observar nas zonas húmidas ao longo da costa numa extensão de mil 650 quilómetros e nos rios do interior do país, aves como flamingos, pelicanos, garças, grus e outros.

“Estas aves utilizam áreas de Angola como áreas de alimentação, repouso e Reprodução “, disse Paula Francisco.

O Dia Mundial das Aves Migratórias foi proclamado em 2006 pelo Secretariado do Acordo para a Conservação das Aves Aquáticas Migratórias da África-Eurásia (AWEA) e pela Convenção sobre Espécies Migratórias da Fauna Selvagem (CMS).

Estes dois instrumentos foram preparados com vista a conservação das espécies migratórias da fauna terrestre e marinha.

Os temas para celebração estiveram relacionados com a importância destas aves e a sua biodiversidade. “O significado das aves como indicadoras vitais de ecossistemas sadios passa, às vezes, despercebido pelo público”, concluiu.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também