Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

12 Abril de 2012 | 13h02 - Atualizado em 12 Abril de 2012 | 19h42

Russia fortalece a cooperação bilateral

São Tomé e Princípe

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


São Tomé - A Russa anunciou quarta-feira, uma série de medidas para reforçar a cooperação bilateral com São Tomé e Príncipe, reporta hoje a STP-Press, na capital são-tomense.

De acordo com o embaixador russo, Seguei Nenachev, que falava à imprensa após audiências separadas, com o chefe de Estado são-tomense, Manuel Pinto da Costa, e Primeiro - Ministro, Patrice Trovoada, Moscovo visualiza intensificar a cooperação com S.Tomé e Príncipe em vários domínios, dos quais, a educação, infra-estruturas, petróleo, investimentos e política internacional.

Nenachev, diplomata russo acreditado junto do Governo são-tomense, disse que no âmbito político, a Russia vai anular a dívida externa de São Tomé e Príncipe avaliada em cerca de quatro milhões de dólares.


No domínio da educação, aquele responsavel adiantou que Moscovo perspectiva retomar a formação de quadros militares são-tomenses, e anunciou a concessão de sete bolsas para estudantes do arquipélago em diversos estabelecimentos de ensino superior daquele país europeu.

Relativamente aos investimentos, o diplomata afirmou que espera - se para o próximo mês de junho a chegada ao arquipélago de uma delegação empresarial russa para analizar com a parte são-tomense, entre outros assuntos, um envelope financeiro estimado cerca de 200 milhões de dólares de um banco russo para a construção de um centro de transformação de produtos petrolíferos na zona norte do arquipélago.

A injecção do capital russo contará com suporte técnico de uma empresa suiça visando viabilização a médio prazo do tal centro de transformação petrolífera que o Primeiro-Ministro, Patrice Trovoada já havia anunciado aquando do seu regresso ao país há dois meses proveniente de Géneve (Suíça).

Ainda na área de investimentos, a STP-Press sabe que São Tomé e Moscovo teem em  agenda a reactivação do projecto de construção de barragem hidroelectrica sobre o rio "Yó Grande", na zona sul do arquipélago de São Tomé e Príncipe.

No que toc ao petroleo, Nenachev informou que empresarios de seu país estão interessados em efectuar negócios com as autoridades são-tomenses, mas enfatizou ainda que os russos visualizam preferencialmente a zona economica exclusiva do mar de São Tomé e Príncipe.

Depois de algum afrouxamento dos últimos anos, Moscovo e São Tomé perspectivam intencificar relações, mas em novos moldes, privilegiando a área empresarial.