Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

20 Agosto de 2011 | 13h23 - Actualizado em 21 Agosto de 2011 | 13h50

Casas da nova Cidade do Kilamba começam a ser comercializadas segunda-feira

Habitação

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cidade do Kilamba

Luanda - Mais de três mil apartamentos da nova Cidade do Kilamba estarão a venda a partir desta segunda-feira, 22 Agosto, de acordo com uma nota de imprensa da Sonangol Imobiliária, empresa responsável pelas vendas, divulgada pelo Jornal de Angola na sua edição de sábado.

Segundo o único matutino do país, estão disponíveis 3.180 apartamentos do tipo T3 A, B, C e T5. As casas T3 A e B têm 110 metros quadrados, T3 C têm 120 e T5 150 metros quadrados.

O documento refere que a sociedade Delta Imobiliária é a empresa contratada para a comercialização das casas e que também estão disponíveis lojas para a actividade comercial e terrenos para iniciativas públicas e privadas.

“Os preços dos imóveis vão estar afixados em quatro postos de venda instalados na nova Cidade do Kilamba, assim como na rua Rainha Ginga, nº 6, esquerdo, na Mutamba, a onde se devem dirigir as entidades públicas e privadas que solicitaram compra de habitação na nova centralidade”, explica o jornal.

De acordo com o mesmo, há uma lista publicada pela referida empresa a informar que 41 entidades solicitaram a compra de apartamentos, onde se destacam os Ministérios do Ambiente, da Comunicação Social, da Justiça, da Energia e Águas, Saúde, Administração do Território, assim como as empresas Angop, Edições Novembro, Alfândegas, TAAG, TPA, Epal, Edel, ENE e Cimangola.

A nova cidade, cujo projecto global contempla 710 edifícios, 24 creches, nove escolas primárias e oito secundárias e 50 quilómetros de estradas, constitui um elo de transição para a nova urbe de Luanda, que se vai situar junto à margem do rio Kwanza.

O projecto tem conclusão prevista para Outubro de 2012. Até lá, o empreiteiro deve entregar mais 595 edifícios, que correspondem a 16.822 apartamentos e 198 lojas.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também